Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Produtos à base de cannabis aprovados no Brasil

Foi aprovada pela Anvisa a comercialização de produtos extraídos da planta da maconha, o canabidiol (CBD) e o tetraidrocanabinol (THC), para fins terapêuticos, mediante a apresentação de prescrição médica. Porém, o cultivo da planta, assim como o seu uso sem orientação médica continuam a ser proibidos.

Vários estudos científicos comprovam que a planta cannabis tem várias substâncias ativas com potencial terapêutico, entre elas o canabidiol e o tetraidrocanabinol, que são os componentes principais e que se encontram em maior concentração na planta da maconha. Veja quais os benefícios comprovados cientificamente.

Assim, é esperado que, a partir do mês de Março de 2020, seja possível comprar alguns produtos à base de maconha em farmácias no Brasil, com apresentação da receita médica.

Produtos à base de cannabis aprovados no Brasil

Como obter os produtos extraídos da maconha?

Antes de 4 de Dezembro de 2019, era proibida a comercialização de produtos à base de maconha nas farmácias do Brasil. Porém, em casos especiais, algumas pessoas podiam beneficiar das propriedades medicinais da planta, através da importação de produtos com CBD e THC, mediante uma autorização especial do médico e da Anvisa.

Atualmente, os produtos à base de maconha já têm autorização para serem comercializados no Brasil, para situações especiais, em que o tratamento com outros medicamentos não seja eficaz. Nesses casos, é necessário apenas apresentar a receita médica na farmácia para receber o medicamento. No caso de concentrações mais altas de THC, essa receita médica tem que ser especial.

Quando a maconha medicinal é indicada?

Uma das situações onde tem sido utilizado o tratamento com produtos à base de maconha é na epilepsia, principalmente na epilepsia refratária, ou seja, a epilepsia que não melhora com a medicação habitual e em que as crises persistem mesmo com o tratamento. Nestas situações, o CBD pode reduzir ou mesmo acabar com as crises e ainda contribuir para a melhora do comportamento e também para uma melhora cognitiva.

Além disso, vários estudos têm demonstrado diversas propriedades terapêuticas da maconha, nomeadamente do THC e do CBD, tendo já sido usado como opção farmacológica em vários países.

Embora não sejam ainda amplamente utilizados, alguns dos componentes da maconha têm comprovadas várias utilidades clínicas, como:

  • Alívio das náuseas e vômitos causados ela quimioterapia;
  • Estimulação do apetite em pessoas com AIDS ou câncer;
  • Tratamento da rigidez muscular e dor neuropática na esclerose múltipla;
  • Tratamento da dor em doentes terminais com câncer;
  • Tratamento da obesidade;
  • Tratamento da ansiedade e depressão;
  • Diminuição da pressão intraocular;
  • Tratamento do câncer.

Na maior parte dos casos, os produtos à base de cannabis só são usados quando outros tratamentos são ineficazes e quando os benefícios compensam os riscos. Conheça os efeitos colaterais da maconha.

Bibliografia >

  • UNIAD. Efeitos do uso da maconha nas funções cognitivas: revisão da literatura. Disponível em: <https://www.uniad.org.br/images/stories/publicacoes/outros/maconha%20revisao.pdf>. Acesso em 27 Ago 2019
  • SANTOS, Arnóbio Barros Santos. Eficácia do canabidiol no tratamento de convulsões e doenças do sistema nervoso central: revisão sistemática. Acta Brasiliensis. 3. 1; 30-34, 2019
  • MOURAD, Amouni M.. FÓRUM DE DISCUSSÃO SOBRE O CANABIDIOL. Disponível em: <http://www.cremesp.org.br/pdfs/eventos/eve_07052018_193204_Diferenca%20entre%20o%20uso%20da%20Cannabis,%20canabidiol%20e%20THC%20-%20Amouni%20Mohmoud%20Mourad.pdf>.
  • EUROPE MONITORING CENTRE FOR DRUGS AND DRUG ADDICTION. Medical use of cannabis and cannabinoids. 2018. Disponível em: <http://www.emcdda.europa.eu/system/files/publications/10171/20185584_TD0618186ENN_PDF.pdf>. Acesso em 27 Ago 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem