Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Câncer no testículo tem cura?

Quando descoberto precocemente, o câncer no testículo tem cura, pois seu tratamento é quase sempre eficaz. O câncer no testículo pode ter cura mesmo nos casos em que a doença só foi diagnosticada numa fase mais avançada, embora neste caso seja necessário mais tempo de tratamento. Entenda o que é o câncer de testículo e como é o tratamento.

Na fase inicial o médico oncologista deverá optar por usar somente a quimioterapia, que consiste no uso de medicamentos que vão tentar impedir a replicação das células doentes, evitando o crescimento do tumor. Se esta forma de tratamento não for bem aceita e o tumor continuar crescendo será recomendado que o paciente faça também radioterapia.

Se com estas terapias o tumor continuar crescendo, as chances dele criar metástases serão maiores e então o médico poderá optar por fazer a retirada do testículo afetado através de uma cirurgia. Após esse passo, o médico poderá colocar uma prótese, uma espécie de bolinha no interior do testículo para que a estética não fique prejudicada.

Expectativa de vida

A expectativa de vida depende da resposta do paciente à terapia, pois nos casos em que o paciente não resposta à terapia de forma adequada, pode haver o espalhamento para outros locais do corpo e consequente proliferação, caracterizando a metástase.

O câncer de testículo pode ser facilmente tratada, mesmo em casos de metástase, podendo até mesmo atingir a cura quando diagnosticado precocemente. A sobrevida do paciente, que corresponde à expectativa de vida após o diagnóstico varia entre 5 e 10 anos. No entanto, os homens que são diagnosticados com esse tipo de câncer normalmente sobrevivem por mais tempo devido ao avanço das técnicas de tratamento.

A expectativa de vida deve ser informada pelo médico e varia de paciente para paciente de acordo com o grau de desenvolvimento da doença, comprometimento de outros órgãos, idade, estado geral de saúde e resposta da doença ao tratamento.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...