Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

HPV é a principal causa de Câncer na Vagina

O câncer na vagina é raro mas está intimamente ligado a infecção pelo vírus HPV e cerca de 70% das mulheres com esse tipo de câncer possuem o vírus. 

O HPV abrange cerca de 150 tipos de vírus mas nem todos eles causam câncer, sendo os considerados cancerígenos os tipos 6, 11, 18 e 31 que podem causar câncer de colo de útero, câncer de vulva e câncer de vagina. A presença do vírus nos tecidos do sistema reprodutor lesiona as paredes vaginais levando à formação de úlceras que podem sangrar e tornar-se infectadas. 

Normalmente quem consegue detectar a presença do HPV de forma precoce, através do papanicolau e segue o tratamento até o fim, fica curada e não chega a desenvolver nenhum câncer nesta região, todavia, se a mulher não detectar e tratar o HPV as lesões podem evoluir e se tornar um câncer, tendo menos chances de cura. 

Saiba tudo sobre o HPV.

HPV é a principal causa de Câncer na Vagina

Como identificar o HPV ou o câncer vaginal

As lesões podem ser descobertas através de exames como:

  • papanicolau que consiste na raspagem do colo do útero com uma espécie de cotonete, que deve ser analisado em laboratório,
  • captura híbrida que consiste em retirar pequenas amostras das paredes da vagina e do colo do útero, para analisar a presença do HPV ou
  • colposcopia que consiste em realizar uma biópsia do tecido do colo uterino que tenha lesão vista pelo colposcópio. 

O principal sinal de HPV é a presença de pequenas verrugas em forma de crista ou de placa na região afetada, mas como não é possível observar toda a região da vagina facilmente os exames são essenciais para o diagnóstico. Quando já houve diferenciação celular podem haver sintomas como:

  • Corrimento com mau cheiro;
  • Dor durante o contato íntimo;
  • Dor/ardor ao urinar.

Estes sintomas podem ser confundidos com várias outras doenças e, por isso, deve-se realizar exames para confirmar o diagnóstico que pode ser feito com exames como papanicolau, biópsia e colposcopia. 

Se for diagnosticado o câncer de vagina deve-se iniciar o tratamento que pode ser feito através da radioterapia ou cirurgia para retirada dos tecidos comprometidos pela doença. Saiba mais detalhes de como pode ser feito o Tratamento para câncer na vagina.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...