Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Câncer linfático tem cura

O câncer linfático tem cura quando ele é diagnosticado precocemente e as células cancerígenas ainda não se espalharam pelo corpo.

O tipo mais comum de câncer linfático, o linfoma não-Hodgkin que afeta as células linfáticas tipo B, quando é descoberto em sua fase inicial tem cerca de 80% de cura e, mesmo quando é descoberto numa fase mais avançada, o paciente tem, aproximadamente, 35% de chances de cura da doença.

O tratamento para o câncer linfático é feito com a quimioterapia, radioterapia e mais recentemente vem sendo utilizada a imunoterapia, uma novidade no tratamento do câncer, que inclui tomar vacinas e anticorpos que vão ajudar o organismo a combater as células cancerígenas.

Durante o tratamento é comum que o paciente sofra com as reações adversas provocadas pela medicação, sendo as mais comuns a queda de cabelo, emagrecimento e os distúrbios gastrointestinais.

Links úteis:

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem