Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Boa higiene bucal pode diminuir risco de doenças cardíacas

Dezembro 2019

Existem evidências científicas que comprovam que o estado de saúde da boca pode impactar a saúde do coração, já que pessoas com problemas dentários, como placa dentária ou problemas gengivais, correm mais riscos de sofrer com doenças cardiovasculares relativamente a pessoas que têm uma boa saúde bucal.

Assim, é muito importante manter uma higiene bucal correta, além de visitar o dentista com frequência, de forma a evitar problemas nos dentes e nas gengivas, que possam aumentar o risco de doenças cardiovasculares.

Boa higiene bucal pode diminuir risco de doenças cardíacas

Porque a boca está relacionada com o coração

Uma higiene bucal errada pode criar um ambiente favorável ao desenvolvimento de bactérias, capazes de causar doenças nas gengivas e nos dentes.

Problemas orais, como a gengivite ou periodontite, por exemplo, permitem o crescimento exagerado de bactérias e outros germes, que podem migrar da boca para outras regiões, através da corrente sanguínea, podendo alcançar o coração. Aí, essas bactérias podem causar inflamação e resultar numa infecção do revestimento cardíaco.

Além disso, a aterosclerose e o AVC também podem estar relacionados com a inflamação causada por bactérias provenientes da boca, porque ao migrar para a corrente sanguínea, podem aumentar os níveis de proteína C reativa, que contribui para a inflamação dos vasos sanguíneos. Caso exista sangramento gengival, pode ainda acontecer de as bactérias conseguirem chegar diretamente na circulação sanguínea e interagir com as placas ateroscleróticas, que facilitam o desenvolvimento de AVC's.

Como saber se existe doença na boca

Alguns sinais e sintomas que podem indicar que existe uma doença oral incluem:

  • Vermelhidão das gengivas, que podem estar inchadas ou doloridas;
  • Sangramento da gengiva quando se come, usa o fio dental ou se escovam os dentes;
  • Presença de pus e outros sinais de infecção em torno das gengivas e dos dentes;
  • Retração gengival;
  • Dente mole ou a afastar-se de outros dentes.

Além disso, mau hálito frequente ou gosto ruim na boca constante também podem indicar problemas nas gengivas ou dentes.

Esclareça dúvidas sobre os dentes e saiba identificar sintomas que podem indicar problemas dentais.

O que fazer para evitar complicações

De forma a manter uma boa saúde bucal, deve-se ir ao dentista com frequência, principalmente se a pessoa verificar algum destes sintomas e fazer uma higiene bucal correta, escovando os dentes 3 vezes ao dia, com uma escova macia e usar fio dental e enxaguante, pelo menos uma vez ao dia.

Assista o vídeo seguinte e saiba como escovar os dentes corretamente:

Como manter a saúde da boca na pessoa acamada

16 mil visualizações

Bibliografia >

  • STOKREEF, Sarah Carolyn Caetano. RELAÇÃO ENTRE SAÚDE ORAL E DOENÇA SISTÉMICA. Tese de Mestrado, 2015. Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
  • EUROPEAN FEDERATION OF PERIODONTOLOGY. ORAL HYGIENE CONTRIBUTES TO A HEALTHY HEART. 2019. Disponível em: <https://www.efp.org/press/downloads/9/Perio_Cardio_Workshop_PR.pdf>. Acesso em 17 Dez 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem