Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é beriliose e como tratar

Beriliose é uma doença pulmonar causada pela inalação de pó ou gases que contêm berílio, uma substância química que causa inflamação do pulmão e gera sintomas como tosse seca, dificuldade para respirar e dor no peito, podendo levar à morte, se o tratamento não for iniciado rapidamente.

Esta doença atinge principalmente trabalhadores da indústria aeroespacial e pessoas que moram perto de refinarias de berílio e, por isso, para prevenir o contato com esta substância, é importante ter alguns cuidados como trocar de roupa depois do trabalho ou tomar banho antes de ir para casa, por exemplo.

O tratamento da beriliose normalmente é feito no hospital com uso de corticoides diretamente na veia e máscara de oxigênio, mas, nos casos mais graves, pode até ser necessário fazer cirurgia para transplantar o pulmão.

O que é beriliose e como tratar

Principais sintomas

A exposição exagerada ou prolongada ao berílio pode causar o surgimento de sintomas como:

  • Tosse seca e persistente;
  • Sensação de falta de ar;
  • Dor no peito;
  • Manchas vermelhas na pele;
  • Garganta inflamada;
  • Coriza no nariz.

Estes sintomas são mais comuns em pessoas que sofrem uma exposição repentina e exagerada ao berílio, no entanto, a Beriliose também se pode desenvolver em trabalhadores de fábricas que trabalham com a substância e, nesses casos, os sintomas podem demorar alguns meses ou anos para aparecer.

Nos casos de exposição muito prolongada ao Berílio é frequente o surgimento de nódulos nos pulmões, além de sintomas como febre persistente, dor no peito constante, suores noturnos, perda de peso, ínguas doloridas e dificuldade para respirar que piora com o tempo.

O que causa a Beriliose

A principal causa da Beriliose é a inalação de fumaça ou poeira com resíduos de berílio, porém, esta intoxicação também pode acontecer devido ao contato com a pele.

Como o berílio é usado em alguns tipos específicos de indústria, as pessoas com maior risco de exposição são aquelas que trabalham na indústria aeroespacial, eletrônica ou nuclear.

Como prevenir a exposição ao berílio

Para evitar a exposição exagerada ao berílio deve-se ter alguns cuidados como:

  • Usar máscaras de proteção respiratória;
  • Ter roupas apenas para usar no trabalho, para evitar levar a roupa contaminada para casa;
  • Tomar banho depois do trabalho e antes de ir para casa.

Além disso, é importante que o local de trabalho possua uma ventilação adequada, para evitar o acúmulo excessivo de partículas de berílio no ar.

Confira outras formas de se proteger da contaminação por metais pesados.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da Beriliose geralmente é feito pelo pneumologista quando existe histórico de exposição ao berílio com sinais de tosse persistente e dificuldade para respirar que pioram, sem outra causa aparente.

Em alguns casos, o médico pode ainda pedir um raio X ou, até uma biópsia do pulmão, na qual é retirada uma pequena amostra do órgão para ser avaliado em laboratório de forma a identificar a presença de substância.

Como é feito o tratamento

O tratamento deve ser iniciado assim que surgem os primeiros sintomas ou sempre que a capacidade respiratória estiver diminuída.

Assim, normalmente é o tratamento para a Beriliose é iniciado com o uso de corticoides, como a Prednisona, para diminuir a inflamação no pulmão e melhorar os sintomas. Além disso, pode ser preciso fazer oxigênio no hospital, especialmente nos casos de exposição repentina ao berílio.

Já nos casos mais graves de exposição crônica, em que foram surgindo vários nódulos e outras alterações no pulmão, a capacidade do pulmão pode estar muito reduzida e, por isso, a única forma de tratamento recomendada é o transplante de pulmão.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...