Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Artrite Idiopática Juvenil e como identidicar

Artrite idiopática juvenil, também conhecida como artrite reumatóide juvenil, é uma doença inflamatória que afeta crianças e jovens de até 16 anos de idade, que provoca dor, inchaço e vermelhidão nas articulações, podendo também afetar outros órgãos como pele, coração, pulmão, olhos e rins.

A artrite juvenil é rara, e apesar de suas causas ainda não estarem totalmente esclarecidas, sabe-se que está associada a alterações do sistema imune, genética e certas infecções por vírus ou bactérias. No entanto, a artrite idiopática não é contagiosa e nem transmitida de pais para filhos.

Ela pode ser dividida em diferentes tipos, de acordo com o número de articulações afetadas e pelos sinais e sintomas que provoca em outras partes do corpo:

  • Artrite Oligoarticular, em que são afetadas 4 ou menos articulações;
  • Artrite Poliarticular, em que são afetadas 5 ou mais articulações já nos primeiros 6 meses da doença. Este tipo pode ainda ser diferenciado se o exame de fator reumatóide é positivo ou negativo; 
  • Artrite Sistêmica, também chamada de doença de Still, acontece quando a artrite é acompanhada de febre e outros sinais e sintomas do comprometimento de diversos órgãos do corpo, como pele, fígado, baço, pulmões ou coração;
  • Artrite relacionada com Entesite, que é inflamação nos pontos de fixação dos tendões nos ossos, podendo haver ou não o comprometimento de articulações sacroilíacas ou coluna vertebral;
  • Artrite Psoriática Juvenil, caracterizada pela presença de artrite com sinais de psoríase;
  • Indiferenciada, não preenchendo critérios para nenhuma categoria acima.

O tratamento da artrite idiopática juvenil é orientado pelo reumatologista pediátrico, e inclui uso de medicamentos que ajudam a regularizar o sistema imune, como corticóides ou imunossupressores, assim como fisioterapia, e tem como objetivos reduzir a inflamação, a dor, o inchaço e prevenir deformidades nas articulações.

O que é Artrite Idiopática Juvenil e como identidicar

Principais sintomas

Os sinais e sintomas que indicam artrite idiopática juvenil incluem:

  • Dor e inchaço nas articulações, que podem estar quentes;
  • Dificuldade em mexer as articulações ao acordar pela manhã, chamada de rigidez matinal;
  • Febre;
  • Manchas no corpo;
  • Olhos irritados e alteração da capacidade visual, quando há inflamação ocular, chamada de uveíte;
  • Alterações na capacidade respiratória ou cardíaca, quando são inflamadas as serosas do corpo, como as que revestem os pulmões ou coração;
  • Aumento do tamanho do fígado ou do baço.

A quantidade e intensidade dos sintomas é variável de acordo com o tipo e a gravidade da doença, e em alguns casos podem haver sintomas sutis e difíceis de identificar.

A principais articulação afetada é a do joelho, sendo também comum haver o comprometimento dos tornozelos, cotovelos, punhos, dedos ou a mandíbula. Algumas crianças podem não se queixar de dor, mas apresentar dificuldade para realizar atividades diárias, como andar ou escrever. 

Como confirmar

A artrite idiopática juvenil é suspeitada quando existem sinais e sintomas de artrite com duração de mais de 6 semanas, e para o seu diagnóstico é necessário que o médico realize uma cuidadosa avaliação clínica, exame físico e a solicitação de exames como raio-X ou ultrassonografia das articulações, além de testes laboratoriais, como hemograma, VHS, PCR, fator reumatóide e outras avaliações imunes.

Para confirmar o diagnóstico, é necessário que o médico exclua outra causas de artrite, como infecções, febre reumática, vasculites, câncer ou outras doenças autoimunes. 

Como é feito o tratamento

O tratamento da artrite idiopática juvenil é prolongado e deve ser seguido com muita disciplina, uma vez que a recuperação é gradual e não existe um remédio específico para curar a doença. O medicamentos são orientados pelo médico de acordo com cada caso, podendo ser necessários antiinflamatórios como Aspirina, Naproxeno e Ibuprofeno, úteis no alívio da dor.

Podem ainda ser acrescentados medicamentos que atuam sobre a imunidade, como Hidroxicloroquina, Sulfassalazina, Metotrexato, imunossupressores, como Ciclosporina ou Ciclofosfamida, corticóides, como Prednisona, ou as novas terapias biológicas injetáveis, como Infliximabe, Etanercepte e Adalimumabe.

É também muito importante a realização de fisioterapia para reabilitação, com exercícios que ajudam a devolver a mobilidade à articulação, para que a criança consiga realizar sem dificuldades atividades como andar, escrever e comer. Também é importante exercitar a flexibilidade e a força dos músculos.

Além disso, a criança com artrite idiopática juvenil também deve ter um acompanhamento psicológico e o apoio da família, pois ela pode apresentar dificuldades emocionais e sociais. O desenvolvimento intelectual da criança com artrite é normal, por isso, ela deve frequentar normalmente a escola, que deverá conhecer a situação da criança para facilitar a sua adaptação e integração social. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...