Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Posso amamentar tendo Hepatite B?

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a amamentação mesmo que a mãe tenha o vírus da hepatite B. A amamentação deve ser feita mesmo que o bebê ainda não tenha recebido a vacina da hepatite B. Apesar do vírus da hepatite B ser encontrado no leite materno da mulher infectada ele não existe em quantidade suficiente para causar a infecção no bebê.

Os bebês que nascem de uma mulher infectada com qualquer vírus da hepatite devem ser imunizados logo ao nascer e novamente aos 2 anos de idade. Alguns médicos defendem que a mãe só não deve amamentar se ela estiver infectada com o vírus da hepatite C devendo recorrer ao leite em pó até que o médico a libere para voltar a amamentar, provavelmente só depois de ter feito exames de sangue que comprovem que já não existe o vírus na corrente sanguínea ou que exista numa quantidade mínima.

Posso amamentar tendo Hepatite B?

Tratamento do bebê com hepatite B

O tratamento da hepatite B no bebê está indicado quando a mãe tem hepatite B durante a gravidez, pois há um risco grande do bebê ficar infectado com o vírus da hepatite B no momento do parto normal ou cesárea devido ao contato do bebê com o sangue da mãe. Desta forma, o tratamento para hepatite B no bebê consiste na vacinação contra o vírus da hepatite B, em várias doses, sendo que a primeira acontece logo nas primeiras 12 horas após o nascimento.

Para evitar que o bebê desenvolva hepatite B crônica, que pode causar cirrose hepática, por exemplo, é importante respeitar todas as doses de vacinação contra a hepatite B que fazem parte do plano nacional de vacinação.

Vacina contra a hepatite B

A vacina contra a hepatite B e uma injeção de imunoglobulina devem ser administradas até 12 horas após o parto. Os reforços da vacina acontecem no 1º e no 6º mês de vida do bebê, de acordo com a caderneta de vacinação, para prevenir o desenvolvimento do vírus da hepatite B, evitando doenças como cirrose no fígado do bebê.

Se o bebê nascer com peso inferior a 2 kg ou antes das 34 semanas de gestação, a vacinação deve ser feita da mesma forma, mas o bebê deverá tomar mais uma dose da vacina contra a hepatite B no 2º mês de vida.

Efeitos colaterais da vacina

A vacina contra a hepatite B pode causar febre, a pele pode ficar avermelhada, dolorida e dura no local da picada e, nestes casos, a mãe pode colocar gelo no local da picada e o pediatra pode prescrever um antitérmico para baixar a febre, como o paracetamol infantil, por exemplo.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...