Tratamento para gastrite nervosa

publicidade

Um ótimo tratamento natural para acabar com a gastrite nervosa é tomar, diariamente, o chá de camomila. A camomila possui propriedades calmantes que ajudam a lidar com as emoções e o estresse e também ajuda no processo digestivo, diminuindo os sintomas da gastrite.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de flores de camomila
  • 1 xícara de água

Modo de preparo

Ferva os ingredientes por, aproximadamente, 5 minutos. Deixe esfriar, coe e adoce a gosto. Beba pequenos goles deste chá várias vezes ao dia, morno ou frio.

Além disso, durante o tratamento da gastrite nervosa mude hábitos alimentares e prefira alimentos mais saudáveis, como clara de ovo, saladas, milho, tomate, queijo branco, iogurte natural batido com alguma fruta e carnes magras. Evite frituras, frutas ácidas, comidas gordurosas, biscoitos, bolachas e bebidas alcoólicas.

A gastrite nervosa, geralmente, surge em situações de irritabilidade, medo e ansiedade e, por isso, deve-se evitar estes tipos de situações. Se necessário, procure um bom psicanalista para resolver seus temores e, assim, eliminar totalmente a gastrite nervosa e seus sintomas.

Remédios para gastrite nervosa

Alguns exemplos de remédios para gastrite nervosa, que podem ser utilizados sob orientação do médico gastroenterologista, são: 

  • Omeprazol
  • Cloridrato de Ranitidina
  • Suco puro da batata crua
  • Somalium
  • Dormonide

Os dois últimos são remédios calmantes que irão facilitar o sono e diminuir a tensão e o nervosismo. Mas é importante que eles sejam receitados pelo médico, pois podem gerar dependência.

Outra forma natural de tratar a gastrite nervosa é a prática regular de atividade física, que pode atuar como uma válvula de escape para situações estressantes do dia a dia

Link úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 24/04/2014 Última data de atualização da página: 07/11/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.