Sulfametoxazol + trimetoprima (Bactrim)

PUBLICIDADE

Bula de Sulfametoxazol + trimetoprima (Bactrim)

O Bactrim é um remédio antibacteriano utilizado para tratar infecções causadas por uma grande variedade de bactérias que infetam o sistema respiratório, urinário, gastrointestinal ou pele. Os princípios ativos deste medicamento são o sulfametoxazol e a trimetoprima, dois composto antibacterianos que impedem o crescimento das bactérias e provocam a sua morte.

O Bactrim é produzido pelos laboratório Roche e pode ser comprada na forma de comprimido ou suspensão pediátrica nas farmácias convencionais, com receita médica.

Preço do Bactrim

O preço do Bactrim varia entre 20 e 35 reais, sendo que o preço pode variar de acordo com a quantidade de comprimidos.

Indicações do Bactrim

O Bactrim é indicado no tratamento de doenças bacterianas como bronquite aguda e crônica, bronquiectasia, pneumonia, faringite, amigdalite, otite, sinusite, furúnculos, abcessos, pielonefrite, prostatite, cólera, feridas infectadas, osteomielite ou gonorreia.

Modo de uso do Bactrim

O modo de uso do Bactrim geralmente é:

  • Adultos e crianças com mais de 12 anos: 1 ou 2 comprimidos, de 12 em 12 horas, após as principais refeições;
  • Crianças com idade entre 6 e 12 anos: 1 medida da suspensão pediátrica (10 ml), a cada 12 horas ou de acordo com as indicações médicas;
  • Crianças com idade entre 6 meses e 5 anos: ½ medida da suspensão pediátrica (5 ml) a cada 12 horas;
  • Crianças com menos de 5 meses: ¼ de medida da suspensão pediátrica (2,5 ml) a cada 12 horas.

No entanto, dependendo do tipo de infecção, o médico pode indicar outra posologia ao paciente.

Efeitos colaterais do Bactrim

Os principais efeitos colaterais do Bactrim incluem náuseas, vômitos, reações alérgicas, infecções fúngicas ou problemas no fígado.

Contraindicações do Bactrim

O Bactrim está contraindicado para recém-nascidos e pacientes com problemas no fígado, nos rins ou a fazer tratamento com Dofetilida. Além disso, Bactrim também não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade à Sulfonamida ou à Trimetoprima.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE