Sintomas de septicemia

PUBLICIDADE

Os sintomas de septicemia, normalmente, surgem quando existe uma infecção em outro local do corpo, como pulmões ou trato urinário, que não responde adequadamente ao tratamento, conseguindo se desenvolver e infectar o sangue.

Assim, os sinais e sintomas iniciais de septicemia incluem:

  • Febre acima de 38ºC;
  • Arrepios e tremores constantes;
  • Aumento do batimento cardíaco acima de 90 batimentos/minutos;
  • Respiração rápida e superficial, superior a 20 ciclos/minuto.

Uma vez que a septicemia é um problema grave que se desenvolve muito rapidamente, é importante ir imediatamente ao pronto-socorro ou chamar uma ambulância, ligando para o 192, sempre que existe suspeita de septicemia, evitando que se desenvolva para uma septicemia grave que provoca:

  • Diminuição da quantidade de urina;
  • Confusão mental;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dor intensa no peito e barriga

Caso a septicemia continue sem ser tratada corretamente, o paciente pode entrar em choque séptico que é quando a pressão arterial baixa rapidamente, colocando em risco a sua vida.

Estes sintomas podem surgir em casa quando o paciente se encontra com uma pneumonia ou infecção urinária, por exemplo, mas também podem se desenvolver durante um internamento no hospital, especialmente em pacientes com sistema imune enfraquecido, como é o caso de bebês, idosos e pacientes com HIV, por exemplo.

Como se tratar da septicemia

A septicemia deve ser sempre tratada no hospital, sendo que, na maioria dos casos, é necessário ficar internado na unidade de tratamento intensivo (UTI) durante cerca de 10 dias para fazer antibióticos diretamente na veia e receber oxigênio.

Saiba mais sobre este problema em: Septicemia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE