Sintomas de câncer infantil

Os sintomas do câncer infantil dependem do lugar onde ele começa a se desenvolver e do grau da invasão dos órgãos que afeta. Um dos sintomas que leva os pais a suspeitar que a criança está doente é o emagrecimento sem causa aparente, quando a criança se alimenta bem, mas continua emagrecendo.

Algumas das principais características dos sintomas do câncer nas crianças são:

  • Febre sem causa aparente que dura mais de 8 dias;
  • Hematomas e sangramentos pelo nariz ou gengivas;
  • Dor pelo corpo ou nos ossos que leva a criança a se recusar a brincar, que a faz ficar deitada grande parte do tempo, ficando irritada ou com dificuldade para dormir;
  • Ínguas que geralmente são maiores que 3 cm, duras, de crescimento lento, indolores e não são justificadas pela presença de infecção;
  • Vômito e dor de cabeça por mais de duas semanas, principalmente pela manhã, acompanha de algum sinal neurológico como alteração da marcha ou da visão, ou ainda, aumento da cabeça de forma anormal;
  • Aumento do abdômen acompanhados ou não de dor abdominal, vômitos e prisão de ventre ou diarreia;
  • Aumento do volume dos dois olhos ou de um só;
  • Sinais de puberdade precoce,como aparecimento de pelos pubianos ou aumento dos órgãos genitais antes da puberdade;
  • Sangue na urina.

Quando os pais observam estas alterações na criança é recomendado levá-la ao médico para que ele peça os exames necessários para chegar ao diagnóstico e assim poder começar o tratamento o mais rápido possível. Quanto mais rápido iniciar o tratamento, maiores serão as chances de cura.

Veja também: Como ajudar seu filho a enfrentar o câncer.

O câncer infantil tem cura?

O câncer na criança e no adolescente tem cura na maioria dos casos, especialmente quando os pais conseguem identificar rapidamente os sintomas e levar ao pediatra para avaliação.

Os tumores infantis ou na adolescência, na maioria das vezes, costumam crescer mais rapidamente se comparado ao mesmo tumor nos adultos. Apesar de serem também mais invasivos, respondem melhor ao tratamento, que quanto mais precocemente instituído, apresenta melhores chances de cura quando comparado aos adultos com câncer.

Saiba mais sobre o câncer infantil em: Câncer infantil.

Como fazer o diagnóstico de câncer

O diagnóstico do câncer infantil pode ser feito pelo pediatra baseado nos sintomas e para confirmar a suspeita devem ser feitos exames, como:

  • Exames de sangue: neste exame o médico vai analisar os valores PCR, leucócitos, marcadores tumorais, TGO, TGP, hemoglobina;
  • Tomografia computadorizada ou ultrassom: é um exame de imagem onde se presença ou grau de desenvolvo do câncer e de metástases;
  • Biopsia: colhe-se um pouco de tecido do órgão onde se suspeita que foi afetado e é analisado.

O diagnóstico pode ser feito, ainda antes dos primeiros sintomas, numa consulta de rotina e, nesses casos a chance de recuperar é maior.

Tratamento do câncer infantil

O câncer infantil tem cura, principalmente,quando os sintomas são identificados logo no início e tratados corretamente. O seu tratamento pode ser feito com quimioterapia, radioterapia ou cirurgia de forma individual ou fazendo todos os tratamentos associadas, dependendo do tipo de câncer e da gravidade. Para saber como ajudar seu filho a viver com o câncer leia: Como ajudar seu filho a enfrentar o câncer.

Durante o tratamento, é comum a criança sentir náuseas e má digestão, por isso veja como controlar vômitos e diarreia na criança em tratamento de câncer.

Tipos de câncer mais comuns nas crianças

As crianças e adolescentes podem desenvolver qualquer tipo de câncer, porém, a leucemia é o tipo de câncer mais comum.

Além deste tipo de câncer infantil, também é frequente surgirem linfomas, câncer nos rins, tumores no cérebro, câncer nos músculos, câncer nos olhos, câncer nos ossos e nas ínguas.

Mais sobre este assunto: