Saiba se é síndrome de borderline

PUBLICIDADE

Para saber se é síndrome de borderline é necessário estar atento aos sintomas que apresenta, como oscilação de humor e impulsividade, e sempre que houver suspeita desse transtorno psicológico, deve consultar um psicólogo ou psiquiatra para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado o mais rapidamente possível. 

Normalmente, os primeiros sintomas da personalidade borderline surgem durante a adolescência, mas na maioria dos casos diminuem de intensidade na vida adulta e, podem ser confundidos com momentos de rebeldia comuns dos jovens. 

PUBLICIDADE

No entanto, a sindrome de boderline, também conhecida por transtorno de personalidade limítrofe, é uma doença psicológica grave que não tem cura, mas pode ser controlada com a orientação do psiquiatra e acompanhamento do psicólogo. Para saber as causas do transtorno leia: Entenda o que é e quais são as principais características da síndrome de borderline.

Principais sintomas do Sindrome de Bordeline 

Alguns sintomas que podem indicar a sindrome de bordeline podem ser: 

  • Sentimentos negativos exagerados, como medo, vergonha, pânico e raiva de forma exagerada para a situação real;​
  • Interpretações instáveis sobre os outros, avaliando como boa pessoa em um instante e rapidamente julgando como má pessoa; 
  • Medo de ser abandonado pelas pessoas mais próximas, principalmente amigos e família e, fazendo ameaças no caso de ser abandonado, como tentativa de suicido;
  • Dificuldade em controlar as emoções, podendo chorar facilmente ou ter momentos de enorme euforia;
  • Comportamentos de dependência, como por jogos, gasto de dinheiro descontrolado, consumo exagerado de comida ou de drogas;
  • Instabilidade no tipo de relações que mantém com os amigos ou família, variando entre grande intimidade e distanciamento;
  • Baixa auto-estima considerando-se inferior aos outros;
  • Comportamentos impulsivos e perigosos, como contato íntimo desprotegido, abuso de drogas e desrespeito pelas regras ou leis sociais, por exemplo;
  • Emprego instável;
  • Insegurança em si próprio e nos outros;
  • Sensação de vazio crônico e de sentimentos de rejeição constante;
  • Dificuldade em aceitar críticas, sobrevalorizando todas as situações.
  • Relacionamentos sempre muito intensos, porém confusos e desorganizados.

Os sintomas da Síndrome de Borderline podem surgir devido a acontecimentos rotineiros, como ir de férias ou alterações de planos, provocando sentimentos de revolta intensos. No entanto, são mais comuns em indivíduos que viveram experiências emocionais fortes enquanto criança, como enfrentar uma doença, morte ou situações de abuso sexual e de negligência, por exemplo.

Se tem algum destes sintomas, faça o teste:

Saiba se você tem Síndrome Borderline

Teste de Síndrome Borderline

1. Eu quase sempre me sinto “vazio”.

2. Faço frequentemente uma das seguintes atividades: dirigir de forma perigosa, praticar sexo inseguro, abusar de álcool ou drogas, comer em excesso, jogar compulsivamente, gastar dinheiro sem controle.

3. Às vezes, quando estou estressada(o) – especialmente quando alguém me abandona - fico muito paranóica(o).

4. Muitas vezes espero demais das pessoas, especialmente quando as conheço pela primeira vez, sentindo-me confortável para partilhar detalhes íntimos. Mas muitas vezes eu sinto que estas mesmas pessoas não se importam o suficiente comigo.

5. Às vezes fico muito irada(o), extremamente sarcástica(o) e amarga(o), e sinto que tenho muita dificuldade em controlar essa raiva.

6. Tenho comportamentos de auto-mutilação, auto-agressão, ou pensamentos suicida que ameaçam a minha vida.

7. Muitas vezes sinto mudanças súbitas na maneira como olho para mim e para a minha vida e, por isso, mudo completamente os meus objetivos, valores ou foco na carreira.

8. Muitas vezes tenho medo que os outros vão me abandonar ou me deixar, então eu faço esforços frenéticos para evitar esse abandono (mesmo quando não é real).

9. O meu humor pode alternar entre períodos de extrema ansiedade, depressão ou irritabilidade em apenas algumas horas ou dias.

10. O meu ponto de vista sobre os outros, especialmente aqueles que são importantes para mim, pode mudar dramaticamente sem qualquer aviso.

11. Eu diria que a maioria dos meus relacionamentos amorosos têm sido muito intensos, mas não muito estáveis.

12. Atualmente estou enfrentando problemas na minha vida que afetam a minha capacidade de ir à escola, trabalhar, estar com amigos ou família, ou ter um relacionamento romântico.

Consequências da Sindrome de Borderline

As principais consequências desta síndrome levam a relações com o parceiro e com familiares muito instáveis e que levam à perda de laços, aumentando o sentimento de solidão. Também, podem ter dificuldade em manter o emprego e desenvolver dificuldades financeiras, por poder desenvolver vícios.

Além disso, em casos mais graves, o constante sofrimento pode levar à tentativa de suicídio. 

Como tratar a Síndrome de Borderline​

O tratamento para a síndrome de borderline é feito através da combinação de medicamentos prescritos pelo psiquiatra, como estabilizadores de humor, anti-depressivos, tranquilizantes e anti-psicóticos para ajudar a manter o bem-estar.

Além disso, é fundamental manter uma terapia psicológica, orientada pelo psicólogo para ajudar o paciente a diminuir os sintomas e, aprender a controlar as emoções e a impulsividade. As terapias mais utilizadas são a terapia comportamental dialética, principalmente para aqueles pacientes com comportamentos suicidas, a terapia cognitivo-comportamental, a terapia familiar e a psicoterapia individual. 

Devido à complexidade da síndrome de Borderline, as terapias psicológicas podem ter duração de vários meses ou até mesmo de anos. Veja quais as consequências e como se livrar do estresse

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE