Sintomas da Malária

publicidade

Saber identificar os sintomas da malária é importante para iniciar o tratamento precocemente e assim diminuir o risco de complicações que a doença pode trazer. São sintomas da malária:

  • Febre e calafrios;
  • Dores no corpo, de cabeça, abdominais e musculares;
  • Fraqueza;
  • Mal estar geral;
  • Náuseas;
  • Vômitos,
  • Tremores fortes que podem durar de 15 minutos a 1 hora.

Os sintomas da malária grave e complicada, causada pela infecção por plasmodium falciparum, incluem:

  • Febre superior a 41ºC;
  • Alteração da consciência e delírios;
  • Convulsões;
  • Diminuição da urina;
  • Dificuldade para respirar;
  • Hemorragias;
  • Anemia intensa;
  • Icterícia em que a pele fica amarelada;
  • Queda da pressão arterial.

Estes sintomas podem se iniciar de 8 a 17 dias após a picada do mosquito, mas, em alguns casos, podem demorar meses para se manifestar.

Os sintomas da malária surgem em forma de surtos. O indivíduo pode apresentar alguns destes sintomas num determinado momento do dia, e depois sentir-se bem, até que surja uma nova crise, de 2 a 3 dias depois.

Os episódios podem se iniciar de repente com calafrios e tremores, acompanhados por sudorese e febre intermitente. Esses sintomas seguem sempre um padrão semelhante, podendo ser acompanhados de um período de cefaleia ou de mal-estar, calafrios com tremores e febre que dura de 1 a 8 horas.

Dependendo do tipo de malária, os sintomas podem voltar a cada 2, 3 ou 4 dias. Os padrões da doença variam de acordo com o tipo de malária (malária maligna ou não) e as complicações podem ser fatais.

Tratamento da Malária

O tratamento da malária é feito com internamento hospitalar, pois esta é uma doença grave e potencialmente fatal. Os remédios utilizados podem ser Artemeter e Lumefantrina ou Artesunato e Mefloquina. Crianças, bebês e grávidas podem ser tratadas com Quinina ou Clindamicina, sempre de acordo com as recomendações médicas.

Transmissão da Malária

A transmissão da malária é feita pela picada do mosquito Anopheles contaminado com o parasita que provoca a malária. Ao picar o indivíduo contaminado com a doença, o mosquito passa a ser contaminado e pode contaminar a todos que ele picar.

Esta doença é comum em países onde a temperatura varia entre 20 e 35ºC e possui a taxa de umidade relativa do ar bastante alta. No Brasil é comum na região amazônica.

Diagnóstico da Malária

O diagnóstico da malária é feito através da observação de seus sinais e sintomas e confirmado pelo exame de sangue que detecta o parasita da Malária.

Prevenção da Malária

Para prevenir a contaminação com a Malária, deve-se:

  • Evitar os locais endêmicos
  • Usar repelentes de insetos diariamente
  • Usar mosquiteiro, telas nas janelas e portas 
  • Usar roupas de manga comprida

Viajantes devem ser orientados sobre as formas de prevenção contra as picadas dos mosquitos antes de realizar a viagem e alertados que devem procurar ajuda médica imediata se notarem os sintomas relacionados à doença.

A quimioprofilaxia consiste em tomar medicamentos como forma de prevenção da malária. Os medicamentos utilizados são os anti-maláricos sob orientação médica, que devem ser tomados antes, durante e depois da viagem.

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 17/04/2014 Última data de atualização da página: 27/02/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.