Síndrome de Stevens-Johnson

PUBLICIDADE

A Síndrome de Stevens-Johnson é um problema de pele muito grave que provoca o surgimento de lesões avermelhadas em todo o corpo e outras alterações, como dificuldade em respirar e febre, que podem colocar em risco a vida do paciente.

Geralmente, a síndrome de Stevens-Johnson surge devido a uma reação alérgica a algum medicamento, especialmente à Penicilina ou outros antibióticos e, por isso, os sintomas podem surgir até 3 dias após ingerir o medicamento.

PUBLICIDADE

A síndrome de Stevens-Johnson tem cura, mas seu tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível no hospital para evitar complicações graves, como infecção generalizada ou lesões nos órgãos internos, que podem dificultar o tratamento e colocar em risco a vida do paciente.

Fotos da síndrome de Stevens-Johnson

Síndrome de Stevens-Johnson
Síndrome de Stevens-Johnson

Fonte: Centers for Disease Control and Prevention

Tratamento para a Síndrome de Stevens-Johnson

O tratamento para a síndrome de Stevens-Johnson deve ser feito em internamento no hospital e, normalmente, é iniciado com a interrupção do uso de qualquer remédio que não seja essencial para tratar uma doença crônica, pois pode estar causando ou agravando os sintomas da síndrome.

Durante o internamento, pode ainda ser necessário fazer injeção de soro diretamente na veia para repor os líquidos perdidos devido à falta de pele nos locais das lesões. Além disso, para reduzir o risco de infecção as feridas da pele devem ser tratadas diariamente por um enfermeiro.

Para diminuir o desconforto das lesões podem ser utilizadas compressas de água fria e cremes neutros que hidratam a pele, assim como a ingestão de remédios receitados pelo médico, como anti-histamínicos, corticoides ou antibióticos, por exemplo.

Saiba mais sobre o tratamento em: Tratamento para síndrome de Stevens-Johnson.

Sintomas da Síndrome de Stevens-Johnson

Geralmente a síndrome de Stevens-Johnson surge com sintomas semelhantes aos da gripe, como cansaço, dor muscular e dor de cabeça, mas que rapidamente são acompanhados de lesões avermelhadas que se espalham no corpo inteiro.

Além disso, outros sintomas que podem aparecer incluem:

  • Inchaço do rosto e da língua;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dor ou sensação de queimação na pele;
  • Febre acima de 38ºC;
  • Garganta inflamada;
  • Tosse persistente;
  • Queimação nos olhos

Quando estes sintomas surgem, especialmente até 3 dias após tomar um novo remédio, é recomendado ir rapidamente ao pronto-socorro para avaliar o problema e iniciar o tratamento adequado.

O diagnóstico da Síndrome de Stevens-Johnson é feito através da observação das lesões, que contêm características específicas, como as cores e as formas. Exames de sangue, urina e amostras das lesões são indicados quando existe suspeita de infecções secundárias.

Veja outros sintomas que podem surgir nesta síndrome em:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE