Sífilis na gravidez

publicidade

A sífilis durante a gravidez pode representar um grande risco para o bebê. Mulheres grávidas que não são devidamente tratadas podem transmitir a sífilis para o bebê através da placenta ou através do canal do parto, se ela estiver na fase inicial da doença (época que ela é mais transmissível).

O bebê contaminado com a sífilis pode sofrer graves problemas de saúde, com sequelas neurológicas que comprometem o desenvolvimento normal da criança, podendo inclusive levar a morte.

Diagnóstico da sífilis na gravidez

Para identificar a sífilis durante a gravidez recomenda-se o exame de VDRL no início do pré-natal. Mesmo se o exame der negativo ele deve ser refeito no segundo trimestre de gestação, pois a doença poderia estar na fase latente, mas mesmo assim necessita de tratamento.

Nas mulheres diagnosticadas recentemente com a sífilis, o exame de VDRL deve ser realizado mensalmente até o final da gravidez para confirmar a eliminação da bactéria.

Quando o bebê é diagnosticado com a sífilis, é muito provável que ele tenha sido contaminado pela mãe, e neste caso será diagnosticado com sífilis congênita. Bebês mais velhos e crianças com sífilis que não foram diagnosticadas com a doença enquanto recém-nascido podem ter sofrido algum tipo de abuso.

O tratamento para a sífilis durante a gravidez é feito da seguinte forma:

  • Sífilis recente: sífilis primária - penicilina benzatina 2.400.000UI, IM, dose única
  • Sífilis recente: sífilis secundária ou latente recente (com menos de um ano) - penicilina benzatina 4.800.000UI, IM, em duas doses semanais de 2.400.000UI
  • Sífilis tardia: sífilis terciária, sífilis latente tardia (com mais de um ano) e sífilis latente de tempo desconhecido - penicilina benzatina 7.200.000UI, IM, em três doses semanais de 2.400.000UI

É muito importante que o parceiro também realize o tratamento para a sífilis para evitar a progressão da doença e para evitar a recontaminação da mulher.

É importante ainda que ao nascer o bebê seja avaliado, e se necessário o tratamento deverá ser iniciado prontamente para evitar o comprometimento do seu sistema nervoso central.

Referência Bibliográfica

SARACENI VD; MADEIRA RMS; VELLOZO V; LAURIA LM; DIAS MAB; RATTO KMN, DUROVNI B. Vigilânacia da sífilis na gravidez. Acesso em Dez. 2011.

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 17/04/2014 Última data de atualização da página: 27/05/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.