Inflamação nas trompas pode dificultar a gravidez mas tem cura

PUBLICIDADE

A inflamação nas trompas é chamada de salpingite e pode dificultar a gravidez por impedir que o óvulo chegue nas trompas uterinas, local onde o embrião se forma, além de aumentar as chances de gravidez ectópica.

Essa inflamação pode atingir somente uma ou as duas trompas, e pode ser aguda, se diagnosticada e tratada logo, ou crônica, quando a inflamação dura muitos anos. Alguns dos sintomas da salpingite são dor durante o contato íntimo e corrimento vaginal com mal cheiro, e o seu tratamento é feito com o uso de medicamentos antibióticos e anti-inflamatórios.

Sintomas de inflamação nas trompas

Os sintomas de salpingite variam de acordo com a gravidade e o tempo de duração do problema, mas normalmente surgem depois da menstruação e podem ser:

  • Corrimento vaginal anormal, com mau cheiro;
  • Alterações no ciclo mentrual;
  • Dor durante a ovulação;
  • Dor durante o contato íntimo;
  • Febre;
  • Dor abdominal dos dois lados;
  • Dor na parte inferior das costas;
  • Dor ao urinar;
  • Náuseas e vômitos.

A salpingite é geralmente causada por uma infecção bacteriana, como consequência de infecções no abdômen, na vagina ou no útero. Entretanto, procedimentos como biópsia do útero, histeroscopia, colocação de DIU, parto ou aborto podem aumentar o risco de desenvolver salpingite.

Diagnóstico da inflamação das trompas

O diagnóstico da salpingite pode ser feito com base nos sintomas apresentados pela mulher e por exames de sangue e urina. Além desses, também podem ser utilizados exames complementares como a salpinografia e laparoscopia diagnóstica para confirmar a presença da inflamação das trompas.

Tratamento para inflamação crônica nas trompas

O tratamento da salpingite inclui o uso de antibióticos e anti-inflamatórios, além de remédios para controlar a dor. Caso a salpingite esteja relacionada com o uso de DIU, o tratamento também envolve a sua retirada, mas casos mais graves, pode ser necessário o tratamento no hospital ou uma cirurgia para retirar as trompas e o útero.

Durante o tratamento da infecção, a mulher deve ficar em repouso e beber bastante água. Além da mulher, o seu companheiro também deve tomar antibióticos durante o tratamento da inflamação, para ter a certeza de que a infecção é eliminada e não ocorrer recorrências do quadro.

Veja também:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE