Remédios e Álcool

publicidade

O uso de remédios e álcool pode ser perigosa, pois o consumo de bebidas alcoólicas pode levar ao aumento ou diminuição do efeito do remédio, agravando a doença. Além disso, pode contribuir para a ocorrência dos efeitos secundários do medicamento, como sonolência, dor de cabeça, ou vômitos, por exemplo.

Geralmente, quase todos os remédios interagem negativamente com o álcool quando bebido em excesso, porém, os antibióticos, antidepressivos, a insulina e os medicamentos para a coagulação sanguínea são alguns exemplos de medicamentos que maior risco trazem para a saúde.

Interação entre o álcool e medicamentos

O uso de álcool e medicamentos deve ser sempre evitada e, tanto o consumo diário como ocasional do álcool pode alterar os medicamentos, resultando em produtos tóxicos para o organismo que podem danificar órgãos como o fígado, estômago e cérebro, por exemplo. 

Desta forma, os indivíduos que estão tomando remédios devem evitar bebidas alcoólicas, pois o álcool pode cortar o efeito dos remédios e pode provocar o agravamento das doenças.

Segue-se na tabela alguns exemplos de remédios que quando tomados em conjunto com o álcool podem ser perigosos para a saúde.

Remédio

Exemplo de RemédioPerigos
AntibióticoMetronidazolPode não combater a infeção e provoca dor de cabeça, vômitos e tensão baixa
AnticoagulanteAspirinaAumenta o risco de hemorragia no estômago
Anti-depressivoAmitriptilinaAumenta a sonolência, a perda de memória e coordenação das pernas e nos braços
AntiparasitárioBenzimidazoldor de cabeça, taquicardia, náuseas, sudorese e convulsões
AnsiolíticoDiazepamAumenta a sonolência e risco de parada respiratória
AnalgésicoParacetamol e MorfinaAumenta o risco de hepatite e provoca dor de estômago
AntidiabéticoInsulinaPode provocar baixa de açúcar no sangue

Existem outros medicamentos que não podem ser tomados com álcool e, por isso, nos casos em que se ingeriu bebida alcoólica é importante consultar o médico para avaliar a possibilidade de tomar o medicamento sem que possa fazer mal ao organismo.

Por exemplo, geralmente, o médico recomenda esperar até 6 horas para ingerir qualquer bebida alcoólica depois do consumo do analgésico ou 12 horas no caso de ansiolíticos.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade