Remédios e Álcool

publicidade

Os indivíduos que estão tomando remédios não devem tomar nenhum tipo de bebida alcoólica, pois o álcool corta o efeito dos remédios e pode provocar o agravamento de doenças.

A associação entre antiparasitários e álcool, por exemplo, causa dor de cabeça, taquicardia, náuseas e sudorese e, em casos extremos, pode levar até a convulsões. Os medicamentos para tratar as verminoses tendem a durar até 3 dias e é necessário esperar mais 24h após a ingestão do último remédio para consumir alguma bebida alcoólica.

Paracetamol e álcool é uma outra má combinação, pois quando interagem eles tornam-se extremamente tóxicos e podem lesionar o fígado e seu uso rotineiro pode até ser fatal. O paracetamol não deve ser usado nem para curar ressaca, é recomendado esperar até 6 horas para ingerir qualquer bebida alcoólica depois do consumo do analgésico.

Os ansiolíticos e o álcool, quando administrados juntamente, podem levar à parada respiratória. É preciso esperar até 12 horas para beber bebida alcoólica após a ingestão do medicamento e vice-versa.

Apesar de só citarmos estes três tipos de medicamentos, o álcool não combina com nenhum tipo de remédio e deve ser evitado ao máximo.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade