O que precisa saber antes de dar remédio para o seu filho

Dar remédios a crianças não é algo que deve ser feito de animo leve, sendo importante verificar se o remédio é indicado para criança ou se está dentro do prazo de validade, assim como é recomendado avaliar a própria aparência do remédio. 

No caso de tratamentos de vários dias, é importante respeitar a duração do tratamento indicada pelo médico, especialmente no caso dos antibióticos que devem sempre ser tomados até à data indicada.

O que precisa saber antes de dar remédio para o seu filho

Assim, para evitar enganos e preocupações, aqui ficam os 5 principais cuidados a ter na hora de administrar o remédio a criança. 

5 Cuidados Antes de dar remédio à Criança

1. Dar apenas Remédios recomendados pelo Médico

Crianças apenas evem tomar remédios receitados pelo médico ou pediatra, e nunca medicamentos recomendados por farmacêuticos, vizinhos ou amigos, pois as crianças reagem de forma diferente ao uso de remédios, estando mais sujeitas a intoxicações ou efeito colaterais como sonolência ou diarreia. 

2. Conhecer os Efeitos Colaterais do remédio

Antes de dar qualquer medicamento ao seu filho, leia a bula e informe-se junto do médico sobre quais os efeitos colaterais do medicamento. Como o organismo da criança é mais sensível, é comum surgirem facilmente sintomas como diarreia, dor de barriga, sonolência ou náusea, por exemplo.

3. Anotar os horários das doses

Os horários das doses são muito importantes para garantir a correta atuação do medicamento, e por isso é recomendado que registe num papel os horários das doses. Desta forma, podem ser evitados erros que conduzam a superdosagem, havendo também uma menos chance de falhar alguma dose ao longo do dia. É comum estes medicamentos serem prescritos de 8 em 8 horas ou de 12 em 12 horas, de acordo com as indicações dadas pelo médico. 

Porém, se é comum esquecer doses, experimente definir um alarme no telemóvel com o horário da dose seguinte. 

O que precisa saber antes de dar remédio para o seu filho

4. Usar os doseadores ou colheres medida fornecidos na embalagem

É comum os medicamentos para criança encontrarem-se na forma de xarope, solução ou gotas. É importante que estes remédios sejam administrados usando os doseadores ou colheres medida que vêm na embalagem, para que a quantidade de medicamento que a criança ingere seja sempre a mesma e a recomendada. Geralmente, estes doseadores contêm marcas, que indicam os valores das doses recomendadas que devem ser administrados. 

5. Como dar o medicamento

É importante saber se o remédio deve ou não ser tomado junto com alimentos ou líquidos, uma vez que isso pode influenciar a forma de atuação do medicamento no organismo e a intensidade efeitos colaterais sentidos. Por exemplo, se o remédio deve ser tomado em jejum, é sinal que a comida deve de influenciar a absorção do medicamento pelo organismo. Por outro lado, se o remédio deve ser tomado junto com a refeição, é provável que ele seja muito forte para o estômago, causando facilmente dor de barriga. 

Além destes cuidados é importante manter todos os remédios longe do alcance das crianças, pois eles podem ser confundidos com doces e a criança pode consumir por engano. Se isto acontecer é importante levar a criança ás urgências ou ao hospital o mais rápido possível, levando também a embalagem do medicamento. 

Mais sobre este assunto: