Ranitidina (Antak)

Bula de Ranitidina (Antak)

publicidade

O Cloridrato de Ranitidina, também comercializado como Antak, é um medicamento antiulceroso indicado no tratamento da úlcera péptica gástrica e duodenal, esofagite de refluxo, gastrite e duodenites.

O Cloridrato de Ranitidina promove uma diminuição da produção de ácido e pepsina no estômago, favorecendo a cicatrização da gastrite e/ou das úlceras pépticas do estômago e do duodeno, prevenindo suas complicações. Também pode ser usado no tratamento de doenças relacionadas à hipersecreção ou hipersensibilidade à secreção gástrica, tais como esofagite de refluxo associada ou não à hérnia de hiato.

Indicações da Ranitidina

Esofagite de refluxo, síndrome de Zollinger-Ellison, ulcera de estômago, úlcera duodenal.

Preço da Ranitidina

O preço da Ranitidina varia entre R$ 5 e 12, dependendo da quantidade de comprimidos por caixa.

Efeitos colaterais da Ranitidina

Mal-estar, tontura, sonolência, insônia e vertigo. Raros relatos de arritmias, tais como taquicardia, bradicardia, assístole, bloqueio átrioventricular e batimentos ventriculares prematuros. Prisão de ventre, diarreia, náusea/vômito, desconforto e dor abdominal. Raros casos de pancreatite. Hepatite reversível (hepatocelular, hepatocanalicular ou mista), com ou sem icterícia. Raros casos de artralgia e mialgia. Alterações na contagem das células sangüíneas (leucopenia, trombocitopenia, neutropenia, anemia aplástica e imuno hemolítica, pancitopeina, agranulocitose). Casos ocasionais de ginecomastia, impotência e diminuição da libido em homens. Raros casos de reações de hipersensibilidade, anafilaxia, erupção cutânea, urticária, dermatite esfoliativa, eritema multiforme e alopécia.

Contraindicações da Ranitidina

Gravidez risco B, amamentação, pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, crianças menores de 1 mês de idade, porfiria; insuficiência renal.

Modo de uso da Ranitidina

Caso o paciente se esqueça de tomar uma dose, deve voltar a tomar o medicamento o mais rápido possível, continuando o tratamento da forma prescrita. Jamais deve tomar uma dose dobrada para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Uso oral

  • Adultos: úlcera do estômago; úlcera pós operatória; prevenção da úlcera duodenal: 150mg, 2 vezes ao dia (300 mg em dose única à noite); síndrome de Zollinger-elison: 150 mg /3 vezes ao dia
  • Crianças: esofagite de refluxo: 2 a 8 mg /Kg por dia, divididos em 3 vezes ao longo do dia; ulcera gástrica ou duodenal: 2 a 4 mg /Kg, por dose, 2 vezes ao dia (No máximo 300 mg / dia)

Uso injetável

  • Adultos: quadrante superior externo das nádegas:
  • Crianças: face lateral da coxa

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 17/04/2014 Última data de atualização da página: 12/10/2012
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.