Quais as Chances de Sobreviver a um Aneurisma

publicidade

O aneurisma cerebral é uma malformação que ocorre num vaso cerebral. Esse aneurisma pode nunca gerar sintomas e, na maioria desses casos, o paciente nem sabe que tem. Em outros casos, esse aneurisma pode romper, causando muita dor de cabeça devido ao sangramento e pode, inclusive levar ao coma e à morte ou pode deixar sequelas neurológicas. Em alguns casos, esses aneurismas são tratados cirurgicamente ou através de angiografia cerebral com colocação de molas que previnem rompimentos e sangramentos.

As chances de sobreviver à um aneurisma cerebral sangrante, são em média de 25% num primeiro episódio. Na maior parte das vezes é fatal não apresentando sinais antes do episódio para o identificar ou tratar.

Um rompimento de um aneurisma cerebral quase sempre é fatal no primeiro episódio ou nas semanas a seguir, devido aos sangramentos posteriores. O aneurisma pode parar de sangrar espontaneamente e o sangue pode ser reabsorvido, o que é o melhor cenário. Caso o aneurisma continue sangrando ou comprimindo o cérebro, é necessário fazer uma cirurgia para remove-lo (ressecção), que envolve riscos de vida e implica também risco de lesões neurológicas.

O objetivo da cirurgia é remover o sangue acumulado no cérebro. A recuperação e a qualidade de vida após um episódio de ruptura do aneurisma vai depender da extensão do sangramento. Quanto menor a hemorragia, melhor e mais rápida é a recuperação do paciente. É  frequente que os sobreviventes recuperem a consciência e as funções cerebrais a medida que o corpo reabsorve o sangue espalhado no cérebro.

A necessidade ou não de cirurgia é decidida de acordo com resultados de exames da tomografia computadorizada (TC) ou da angiografia cerebral.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade