Puberdade precoce

publicidade

A puberdade precoce é o início do desenvolvimento sexual antes dos 10 anos de idade. Ela têm como sinais o aumento do tecido mamário nas meninas e dos testículos nos meninos, pode ter diferentes causas e dependendo da sua gravidade pode ser necessário realizar um tratamento medicamentoso para evitar as complicações que ela pode trazer.

Puberdade precoce masculina

A puberdade precoce masculina é caracterizada pelo desenvolvimento dos testículos, presença de pêlos no rosto e alteração da voz e do comportamento antes dos 9 anos de idade. Ela pode ser de causa central, isto é, causada por uma falha no sistema nervoso central e pode ser tratada com a toma de medicamentos.

Puberdade precoce feminina

A puberdade precoce feminina é caracterizada pelo desenvolvimento de mamas, menstruação, pêlos na região genital e de baixo do braço, que ocorre antes do 8 anos de idade. Ela pode ter a causa desconhecida ou pode ser causada por tumor nos ovários, que levam à produção precoce de hormônios sexuais femininos e por isso é importante realizar exames de diagnóstico para avaliar a necessidade da toma de medicamentos para garantir o bom desenvolvimento da menina.

Puberdade precoce central

A puberdade precoce central, também chamada de puberdade precoce verdadeira, é o desenvolvimento sexual prematuro causado pela ativação precoce do eixo hipotálamo-hipófise-gônadas que pode necessitar de tratamento se a criança apresentar um crescimento ósseo muito acelerado que pode causar uma baixa estatura na vida adulta.

Sinais e sintomas de puberdade precoce

Sinais e sintomas da puberdade precoce nas meninas:

  • Pêlos pubianos;
  • Pêlos axilares;
  • Odor axilar (cheiro de suor);
  • Menstruação;
  • Crescimento das mamas;
  • Aumento da oleosidade na pele, espinhas e acne;
  • Ser mais alta que as outras crianças da mesma idade.

Sinais e sintomas da puberdade precoce nos meninos:

  • Pêlos no rosto;
  • Odor axilar (cheiro de suor);
  • Aumento da oleosidade na pele, espinhas e acne;
  • Ser mais alto que as outras crianças da mesma idade.
  • Aumento dos testículos e do pênis;
  • Voz mais grave e tendência à agressividade.

Geralmente nem todos estes sintomas estão presentes, mas os pais devem estar atentos ao seu aparecimento, pois este distúrbio pode necessitar de tratamento médico.

Causas da puberdade precoce

As causas da puberdade precoce podem ser:

  • Desconhecidas;
  • Consequência de alterações hormonais causada por situações como lesões cranianas; tumor cerebral ou tumor nos ovários ou nos testículos.

Diagnóstico para puberdade precoce

O diagnóstico da puberdade precoce pode ser feito através da:

  • Observação de seus sinais e confirmada através de exames como:
  • Tomografia computadorizada, ressonância magnética ou ultrassonografia.

Tratamento para puberdade precoce

 O tratamento para puberdade precoce consiste na toma de medicamentos bloqueadores hormonais, mas é importante descobrir a sua causa e se ela for um tumor, deve-se realizar um tratamento que o elimine.

Realizar o tratamento é importante para evitar as complicações que a puberdade precoce pode trazer como distúrbios psicológicos, baixa estatura na idade adulta e a gravidez precoce, por exemplo.

A criança que apresenta um quadro de puberdade precoce deve ser acompanhada por um psicólogo pois a sociedade pode exigir dela comportamentos mais maduros quando ela ainda é uma criança e isto pode ser confuso para ela.

É importante que ela saiba que deve comporta-se adequadamente à sua idade para que ela tenha um bom desenvolvimento geral e se ela ainda tiver desejos de criança como brincar com os amigos, por exemplo, este desejo deve ser respeitado e até mesmo estimulado.

Referência Bibliográfica

Portaria SAS/MS no 111, de 23 de abril de 2010. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Puberdade Precoce Central. Acesso em Fev. 2013.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 21/08/2014 Última atualização da página: 20/02/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.