Saiba o que quer dizer cada cor de Corrimento Vaginal

Quando o corrimento vaginal apresenta alguma cor, cheiro, consistência mais espessa ou diferente do costume, pode indicar a presença de alguma infecção vaginal como candidíase ou tricomoníase ou a presença de alguma doença sexualmente transmissível como gonorreia.

Por isso, quando o corrimento vaginal não é uma secreção transparente e tem cor branca, amarela, verde, rosada ou marrom pode indicar diferentes problemas como infecções vaginais por exemplo, sendo importante consultar o ginecologista para tratar o problema. Veja quando deve ir no médico em 5 sinais de que você deve ir ao ginecologista.

Desta forma, é importante saber o que pode significar cada cor de corrimento vaginal, para entender quando é necessário procurar o médico ou o ginecologista. Por isso, em seguida ficam algmas dicas sobre o que pode significar cada um dos principais tipos de corrimento vaginal: 

Corrimento branco

Saiba o que quer dizer cada cor de Corrimento Vaginal

O corrimento branco e espesso, tipo leite coalhado geralmente é acompanhado de outros sintomas como coceira, vermelhidão e sensação de queimação na região da vulva e da vagina.

  • O que pode causar: pode ser causado pele candidíase vaginal, uma infecção na agina causada pelo fungo candida albicans. Saiba mais sobre as causas do corrimento branco em Corrimento Branco - O que pode ser?
  • Como tratar: o tratamento geralmente é feito com remédios antifúngicos como o Fluconazol, que pode ser tomado na forma de comprimidos ou aplicado sobre a região a tratar na forma de pomada. Saiba em mais detalhe como é feito o tratamento da Candidíase vaginal clicando aqui.

Corrimento amarelo ou Amarelo-esverdeado

Saiba o que quer dizer cada cor de Corrimento Vaginal

O corrimento amarelo, acinzentado ou amarelo-esverdeado, com cheiro forte semelhante a peixe que pode estar associado a outros sintomas como dor e sensação de queimação durante a relação íntima ou ao urinar. Saiba mais sobre este corrimento em Corrimento amarelado.

  • O que pode causar: pode ser causado pela Tricomoníase, uma infecção vaginal que é sexualmente transmissível.
  • Como tratar: o tratamento geralmente é feito com remédios antifúngicos como o Metronidazol, Tioconazol ou Secnidazol, que podem ser tomados na forma de comprimidos em dose única ou durante 5 a 7 dias de tratamento. Veja como o tratamento é feito em Como aliviar os sintomas e curar a tricomoníase.

Além disso, o corrimento amarelo parecido com pus, pode indicar a presença de Clamídia, uma doença sexualmente transmissível que pode quase não causar sintomas. Neste caso, o tratamento é feito com Azitromicina, tomada em dose única ou durante 7 a 15 dias de tratamento. Quando o corrimento é esverdeado, pode ser sinal de Tricomoníase ou de Vulvovaginite. Saiba mais em Saiba o que pode causar o Corrimento Esverdeado

Corrimento Marrom ou com Sangue

Saiba o que quer dizer cada cor de Corrimento Vaginal

O corrimento marrom ou a presença de sangue no corrimento está geralmente associado a outros sintomas como dor e ardor ao urinar.

  • O que pode causar: pode ser causado pela Gonorreia, uma doença sexualmente transmissível provocada por uma bactéria. Conheça outras causas do corrimento marrom clicando aqui.
  • Como tratar: o tratamento pode ser feito com remédios antibióticos como a Azitromixina ou o Ciprofloxacino, tomados em dose única ou durante 7 a 10 dias de tratamento.

Além disso, em casos mais graves este tipo de corrimento também pode ser indícios de câncer da vagina, do colo do útero ou do endométrio, sendo por isso importante consultar o ginecologista quando os sintomas surgem.

Porém, se esteve menstruada recentemente, o corrimento marrom, com sangue ou rosado é comuns nos dias seguintes ao término da menstruação e nestes casos não é motivo de preocupação.

Corrimento na Gravidez

O corrimento na gravidez quando surge é importante ser tratado o mais rápido possível, pois para impedir complicações e evitar prejudicar o bebê.

  • O que pode causar: pode ser causado por doenças como Tricomoníase, Vaginose bacteriana, Gonorreia ou mesmo Candidíase por exemplo.
  • Como tratar: o tratamento deve ser feito com remédios como antifúngicos ou antibióticos, por exemplo, receitados pelo médico.

Assim, durante a gravidez assim que os primeiros sintomas surgem é muito importante consultar o médico para que ele possa diagnosticar a causa e indicar o tratamento mais adequado.

Corrimento Transparente

O corrimento líquido e transparente, semelhante à clara do ovo, pode indicar que está no período fértil do ciclo menstrual, sendo por isso essa a altura ideal para a mulher engravidar se não estiver sob o efeito do anticoncepcional.
Este tipo de corrimento dura aproximadamente 6 dias e acaba por desaparecer naturalmente passado esse tempo.

Corrimento Rosado

Saiba o que quer dizer cada cor de Corrimento Vaginal

O corrimento rosado, pode indicar o inicio da gravidez, pois pode ser causado pela fecundação do óvulo e é frequente ocorrer até 3 dias depois do contato íntimo. Juntamente com este tipo de corrimento é comum surgir leves cólicas abdominais que são normais e acabam passando sem tratamento.

O que fazer para não ter corrimento

Para evitar infecções e doenças vaginais que podem causar corrimento, é importante fazer diariamente uma boa higiene íntima, 1 a 2 vezes por dia. Para isso, deve sempre lavar a região íntima com água abundante e uma gota de sabonete sem nunca esfregar em exagero. Depois de lavar, deve secar cuidadosamente a região íntima e vestir uma calcinha lavada.

Por isso é importante:

  • Usar calcinha de algodão;
  • Não usar protetor diário como Carefree por exemplo;
  • Evitar o uso de lenços umedecidos ou papel higiênico com perfume;
  • Evitar esfregar muito a região íntima, mesmo com sabonete íntimo.

Estes cuidados ajudam a evitar o surgimento de infecções vaginais e a proteger a mucosa vaginal, evitando assim o desenvolvimento de fungos ou bactérias que podem causar algum tipo de corrimento.

Mais sobre este assunto: