Pressão baixa, o que fazer?

publicidade

Em caso de pressão baixa o que se recomenda fazer na hora é:

  • Sentar o indivíduo em um local fresco e arejado,
  • Afrouxar suas roupas e
  • Levantar suas pernas.

Esta posição permite que o sangue flua em direção ao coração e ao cérebro mais facilmente, aumentando a pressão. O indivíduo deverá permanecer nesta posição por alguns minutos até que os sintomas de pressão baixa como tonturas, suores e sensação de desmaio, por exemplo, diminuam.

O uso do sal para subir a pressão, colocando-o embaixo da língua, não é recomendado porque ele não sobe de imediato a pressão. Em alternativa, pode-se beber um café ou um copo de suco de laranja, pois estes alimentos ajudam a aumentar a pressão mais rapidamente que o sal.

Como evitar a pressão baixa

Para pressão baixa, o que se recomenda fazer é descobrir a sua causa e então eliminá-la, pois esta é a melhor forma de tratamento. Algumas orientações gerais para quem sofre de pressão baixa frequente são:

  • Ao sentir que pressão está baixa, sente-se em uma cadeira e coloque os pés em cima de outra cadeira ou deite-se e levante as pernas, apoiando-as na cabeceira, por exemplo. Isso irá fazer com que o sangue flua melhor para o coração e os sintomas da pressão baixa deverão desaparecer em poucos minutos;
  • Evite lugares quentes e fechados. Use roupas leves e evite as mudanças bruscas de temperatura;
  • Beba de 2 a 3 litros de água por dia, a menos que o médico tenha dado outra orientação em relação à quantidade. A água, além de hidratar o organismo, ajuda a manter a circulação sanguínea sob controle;
  • Faça refeições pouco volumosas a cada 2 ou 3 horas e não saia de casa sem tomar o café da manhã;
  • Nunca faça exercícios de estômago vazio, pois isto pode facilitar a queda da pressão. O ideal é tomar 1 iogurte ou 1 copo de suco de laranja puro, por exemplo;
  • Só tome laxantes ou remédios para emagrecer sob orientação médica, pois estes têm como efeito colateral a queda da pressão arterial;
  • Use meias de compressão elástica, como as meias Kendall, por exemplo. Elas ajudam no retorno do sangue para o coração e, por isso, também são indicadas em caso de pressão baixa;
  • Pratique atividade física para fortalecer os músculos dos braços e das pernas, pois isto também ajuda o sangue a chegar mais facilmente ao coração e ao cérebro.

Normalmente, a pressão baixa é benigna e não traz graves consequências, mas o indivíduo corre o risco de desmaiar e com a queda fraturar algum osso ou bater a cabeça, por exemplo, o que pode ser potencialmente grave. Por isso, se o indivíduo notar alguma frequência nas quedas da pressão ou sentir palpitações cardíacas quando elas acontecerem, aconselha-se uma consulta médica.

Leia também:

publicidade
publicidade