Porfíria cutânea

publicidade

A porfíria cutânea tarda é o tipo de porfíria mais comum que provoca o surgimento de pequenas lesões na pele exposta ao sol, como costas da mão, rosto ou couro cabeludo, devido à falta de uma enzima produzida pelo fígado que leva ao acúmulo de ferro no sangue e pele. A porfíria cutânea não tem cura, mas pode ser controlada com o uso de remédios receitados pelo dermatologista.

Geralmente, a porfíria cutânea tarda surge durante a vida adulta, especialmente em pacientes que ingerem frequentemente álcool ou que possuem problemas no fígado, como hepatite C, por exemplo.

A porfíria cutânea tarda normalmente não é genética, porém, em alguns casos pode passar de pais para filhos, sendo recomendado aconselhamento genético antes de engravidar, caso existam vários casos na família.

Fotos da porfíria cutânea

Diagnóstico da porfíria cutânea

O diagnóstico da porfíria cutânea deve ser feito por um dermatologista através de exames de sangue, urina e fezes para confirmar a presença de porfirina nas células, pois é uma substância produzida pelo fígado durante a doença.

Tratamento para porfíria cutânea

O tratamento para porfíria cutânea deve ser orientado por um dermatologista em colaboração com um hepatologista, uma vez que é preciso controlar os níveis de porfirina produzida pelo fígado. Assim, dependendo dos sintomas do paciente, o tratamento pode ser feito com remédios para porfíria cutânea, como Cloroquina ou Hidroxicloroquina, retirada regular de sangue para diminuir os níveis de ferro nas células ou uma combinação de ambos.

Além disso, durante o tratamento é recomendado que o paciente evite o consumo de álcool e a exposição solar, mesmo com protetor solar, sendo que a melhor forma de proteger a pele do sol é utilizar calças, camisolas com manga comprida, chapéu e luvas, por exemplo.

Sintomas da porfíria cutânea

O primeiro sintoma de porfíria cutânea consiste no surgimento de pequenas bolhas, na pele exposta ao sol, que demoram para cicatrizar, no entanto, outros sintomas incluem:

  • Crescimento exagerado de pelos no rosto;
  • Pele endurecida em alguns locais, como braços ou rosto;
  • Urina escurecida.

Após o desaparecimento das bolhas, podem ainda surgir cicatrizes ou manchas claras que demoram muito tempo para sarar.

Saiba mais sobre este problema em:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade