Pílula de uso contínuo

publicidade

As pílulas de uso contínuo, como a Cerazette, interrompem a menstruação. Este tipo de pílula anticoncepcional tem ainda outras vantagens, como evitar o desconforto da cólica, enxaqueca e indisposição que ocorrem durante o período menstrual e, por isso, combate a tensão pré-menstrual, a TPM.

Existem outros métodos anticoncepcionais de uso contínuo, como o implante subcutâneo, chamado Implanon, ou o DIU hormonal, chamado Mirena, que além de prevenirem a gravidez, também fazem com que não ocorra menstruação e, por essa razão, são chamados método anticoncepcional de uso contínuo.

A pílula de uso contínuo engorda?

Algumas pílulas de uso contínuo possuem como efeito colateral a sensação de inchaço e o aumento do peso. Veja na bula se a que deseja tomar possui este efeito colateral.

A pílula de uso contínuo faz mal?

A pílula de uso contínuo não faz mal à saúde e pode ser utilizada por um longo período de tempo, sem interrupção e não há comprovação científica de que ela possa causar algum dano a saúde e quando a mulher desejar engravidar basta deixar de tomá-la. Antes de optar por usá-la, recomenda-se que a mulher vá ao ginecologista para que este avalie sua saúde.

Esta pílula é particularmente indicada em caso de doenças do sistema reprodutor, como mioma ou endometriose, e em casos de mulheres que sofrem com a tensão pré menstrual, a TPM, por exemplo. Contudo, pode haver uma pequena perda de sangue de forma esporádica durante o mês, chamado cientificamente de spotting.

Preço da pílula de uso contínuo

O preço da pílula de uso contínuo Cerazette é de aproximadamente 25 reais. Já o preço do Implanon e da Mirena é de aproximadamente 600 reais, dependendo da região.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 17/09/2014 Última atualização da página: 04/08/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.