Pedra nos Rins

A pedra nos rins, também chamada de cálculo renal, é uma massa semelhante a pedras que podem-se formar em qualquer local do sistema urinário. Geralmente, a pedra nos rins é eliminada através da urina, sem causar sintomas, mas em alguns casos pode ficar presa nos canais da urina, gerando dor intensa e sangue na urina.

O tratamento é feito, geralmente, com ingestão de líquidos e ingestão de remédios, podendo nos casos mais graves ser necessária a realização de cirurgia.

Pedra nos Rins

Sintomas de pedra nos rins

Os sintomas de pedra nos rins podem ser:

  • Dor muito intensa no fundo das costas;
  • Queimação ao urinar;
  • Urina escura ou com sangue;
  • Náuseas e vômitos;
  • Febre e calafrios;

Em alguns casos, os indivíduos podem, ainda, apresentar falta de urina, se a pedra obstruir o seu canal de passagem. Para saber mais sobre os sintomas de pedra nos rins veja: Sintomas de pedra nos rins.

Tratamento para pedra nos rins

O tratamento para pedra nos rins é, geralmente, feito em casa e inclui repouso, ingestão de líquidos e uso de remédios indicados pelo médico, como analgésicos ou antiespasmódicos, como Paracetamol ou Buscopan.

Além disso, quem tem pedra nos rins deve também ter cuidados com a alimentação, evitando o sal e bebendo um copo de suco de laranja todos os dias, por exemplo. Para saber mais sobre os cuidados alimentares para quem tem pedra nos rins veja: Alimentação para pedra nos rins.

Em alguns casos, os pacientes podem optar pela cirurgia a laser para pedra nos rins, que consegue eliminar pedras até 5 mm, prevenindo que fiquem presas e provoquem dor. Porém, nos casos mais graves, pode ser indicado o internamento do paciente para fazer injeções de remédios analgésicos, como Tramadol, ou realizar cirurgia para pedra nos rins.

Pedra nos Rins

Tratamento natural para pedra nos rins

Um bom tratamento natural para pedra nos rins é o chá de quebra-pedra porque tem ação diurética e facilita a eliminação das pedras. Saiba como preparar esse chá em: Remédio natural para pedra nos rins.

Em grande parte dos casos a pedra nos rins é eliminada naturalmente através da urina sem que a pessoa se aperceba, porém em alguns casos as pedras podem obstruir as vias urinárias causando grande dor e desconforto, sendo necessário nesses casos ir no hospital logo que possível. Aprenda a identificar se está com pedra nos rins em Como saber se tenho pedra no rim.

Causas das pedras nos rins

As causas das pedras nos rins, também conhecidas como cálculos renais, podem estar relacionadas a pouca ingestão de líquidos, alimentação, fator genético e pode ser agravada devido algumas doenças. Assim, algumas das causas das pedras nos rins incluem: 

  • Cálculo renal de cálcio: de origem hereditária e deve ser tratado com uma alimentação com baixo teor de sódio e de proteínas, e recomenda-se tomar diuréticos. O tratamento pode ser feito através da diminuição do consumo de alimentos ricos em oxalato e em gorduras, toma de um suplemento de cálcio para facilitar a fixação do oxalato no intestino.
  • Cálculo renal de ácido úrico: pode ser causado pelo consumo excessivo de alimentos ricos em proteínas que geram aumento do ácido úrico na corrente sanguínea. Neste caso o tratamento pode ser feito com a toma de alopurinol e com uma dieta com baixo teor de purina.
  • Cálculo renal de cistina: de origem hereditária, pode ser tratado com quantidades macicas de líquidos, álcalis e D-penicilamina, quando necessário.
  • Cálculo renal de estruvita: pode ser causado devido a uma complicação de uma infecção no sistema urinário. Seu tratamento pode ser feito através da toma de antibióticos e cirurgia para retirada dos cálculos, pois tendem a ser grandes.

Ao realizar os exames que diagnosticam o cálculo renal o médico poderá identificar qual tipo de cálculo que o indivíduo possui, fazendo uma análise à sua composição, e assim indicar o melhor tratamento. Para todos os tipos de pedra nos rins, o principal tratamento recomendado é a ingestão de aproximadamente 3 litros de água por dia e muito repouso, pois nem sempre é necessário o internamento hospitalar, pois as pedras podem ser naturalmente expelidas pelo organismo. 

Além disso, as pedras nos rins também podem ser causadas por doenças raras como a Hiperoxalúria primária ou secundária, por exemplo. Estas doenças promovem um acumulo de Oxalato no corpo devido a deficiências em algumas enzimas que iriam digerir este composto, acabando assim por sobrecarregar os rins, o que conduz ao surgimento de pedras. Estas doenças podem ser tratadas com suplementos probióticos contendo a bactéria viva Oxalobacter formigenes, que produz energia através do consumo de Oxalato, sendo por isso muito eficaz na sua eliminação. 

Mais sobre este assunto: