Saiba o que acontece quando o Parto é Induzido

PUBLICIDADE

O parto pode ser induzido pelos médicos quando o trabalho de parto não começa sozinho ou quando existem situações que podem colocar em risco a vida da mulher ou do bebê.

Este tipo de procedimento pode ser realizado a partir das 22 semanas de gestação, mas existem métodos caseiros que podem facilitar o processo de início do trabalho de parto, como as relações sexuais, acupuntura e homeopatia, por exemplo.

PUBLICIDADE

Apesar de existirem diversas indicações para a indução do parto, todas elas devem ser investigadas pelo médico, minuciosamente porque por vezes, é mais seguro optar por uma cesariana ao invés de tentar estimular o início do trabalho de parto normal com qualquer método. Veja como é feita a cesaria.

Saiba o que acontece quando o Parto é Induzido

Quando pode ser preciso induzir o parto

A indução do parto, deve ser indicada pelo obstetra, e pode ser indicado nos seguintes casos:

  • Quando a gravidez passa das 41 semanas sem início das contrações de forma espontânea;
  • Ruptura da bolsa de líquido amniótico sem início das contrações em 24 horas;
  • Quando a mulher é diabética ou possui outras doenças como doença renal ou pulmonar;
  • Quando o bebê possui alguma mal-formação ou não cresceu o suficiente;
  • Em caso de diminuição do líquido amniótico.

Quando pode ser perigoso induzir o parto

A indução do parto não é indicada e por isso não deve ser realizada quando:

  • O bebês está em sofrimento ou morto; 
  • Após mais de 2 cesarianas devido a presença de cicatrizes no útero;
  • Quando há prolapso do cordão umbilical; 
  • Quando a mulher está grávida de gêmeos ou mais bebês;
  • Quando a bebê encontra-se sentado ou não virou de cabeça para baixo;
  • Em caso de herpes genital ativa; 
  • Em caso de placenta prévia;
  • Quando os batimentos cardíacos do bebê estão diminuídos;
  • Quando o bebê é muito grande, pesando mais de 4kg.

No entanto, o médico é quem deve tomar a decisão se vai optar pela indução do parto ou não, levando em consideração vários fatores que avaliam o risco e o benefício da indução.

Métodos para indução do parto no hospital

Saiba o que acontece quando o Parto é Induzido

A indução do parto no hospital pode ser feito através de 3 formas diferentes:

  • Uso de medicamentos como Misoprostol, conhecido comercialmente como Cytotec ou um outro medicamento chamado Ocitocina;
  • Descolamento das membranas durante um exame de toque;
  • Colocação de uma sonda especial na vagina e região uterina.

Estas três formas são capazes eficazes mas só devem ser realizadas no hospital, onde a mulher e o bebê podem ser bem acompanhados por uma equipe de médicos e equipamentos que podem ser necessários, caso exista a necessidade de algum procedimento para salvar a vida da mãe ou do bebê.

Após o início do processo de indução do parto as contrações uterinas devem começar em cerca de 30 minutos. Normalmente o parto induzido dói mais que o parto que inicia espontaneamente, mas isso pode ser solucionado com a anestesia epidural. Leia: Anestesia tira completamente a dor do parto normal?

Conheça as três fases do trabalho de parto para saber o que esperar e quando fazer força clicando aqui.

Saiba como aliviar a dor do trabalho de parto através da respiração correta e das posições que pode adotar durante o trabalho de parto.

O que fazer para iniciar o trabalho de parto

Outras formas de facilitar o início do trabalho de parto que podem ser realizadas antes de chegar ao hospital, após as 38 semanas de gestação, e com o conhecimento do obstetra, são:

  • Toma de remédios homeopáticos, como Caulophyllum;
  • Sessões de Acupuntura, usando a eletroacupuntura;
  • Toma do chá de folhas de framboesa, veja as propriedades e como preparar este chá clicando aqui.
  • Estimulação mamária, que pode ser feito quando a mulher que já tem um outro filho e este volta a mamar;
  • Prática de exercícios, como caminhadas diárias, com velocidade suficiente para ficar ofegante.

O aumento das relações sexuais na fase final da gestação também favorece as contrações uterinas e o trabalho de parto e por isso as mulheres que desejam o parto normal também podem investir nessa técnica. Veja algumas posições que podem tornar o contato íntimo ainda melhor para a mulher nesta fase da vida, clicando aqui

PUBLICIDADE