Pancitopenia

publicidade

O que é pancitopenia

Pancitopenia é a redução de todos os elementos do sangue ao mesmo tempo: hemácias, leucócitos e plaquetas. Ela geralmente está relacionada a outras doenças e seu tratamento pode incluir desde a toma de medicamentos ao transplante de medula óssea dependendo da gravidade da doença.

Sintomas da pancitopenia

Os sintomas da pancitopenia são:

  • palidez, alteração da respiração, cansaço,
  • hemorragias, hematomas, manchas escuras na pele,
  • febre, tendência à infecções.

Causas da Pancitopenia

A Pancitopenia pode ser causada viroses, doenças auto imunes e intoxicações que alteram a funcionalidade normal da medula óssea, diminuindo ou parando a sua atividade.

Há uma alteração no processo de formação e desenvolvimento dos elementos do sangue, diminuindo a sua eficácia, o que causará a morte celular na própria medula óssea. Ocorre também formação de células defeituosas que são retiradas rapidamente da circulação e destruição das células pela ação de anticorpos. Normalmente a pancitopenia está associada a outras doenças como:

  • anemia megaloblástica (mais frequente com 28% dos casos), anemia aplástica,
  • neoplasias hematológicas, síndrome hemofagocítica reativa,
  • hiperesplenismo, síndromes mielodisplásicas, mieloma múltiplo, lúpus eritematoso e AIDS.
  • Pode também estar relacionada à utilização de remédios como anticonvulsivantes e antibióticos.

Diagnóstico da pancitopenia

Para o diagnóstico da pancitopenia deve-se realizar os seguintes exames:

  • hemograma (exame de sangue),
  • biópsia da medula óssea,
  • mielograma,
  • pesquisa de ferro sérico,
  • índice de saturação da transferrina/ferritina,
  • Vitamina B12,
  • exame de sangue para infecções virais e
  • exames bioquímicos gerais.

Pancitopenia grave

A pancitopenia grave é aquela que apresenta os seguintes parâmetros no exame de sangue:

  • Hematócrito (percentual ocupado pelas hemácias no volume total de sangue):
  • menor que 20%
  • Leucócitos <1.500/uL
  • Plaquetas < 45.000/uL

Diagnostico diferencial da pancitopenia

Os portadores de pancitopenia podem ser divididos em dois grandes grupos: os que estão fazendo tratamento de quimioterapia e os que não estão. Nos indivíduos que recebem quimioterapia não é necessário realizar muitos mais exames pois todas as investigações se encaminham para o manejo de suporte até que se recupere da mielossupressão.
Os portadores de pancitopenia sem causa aparente necessitam de uma investigação diagnóstica mais detalhada pois podem ser doenças mais simples como a deficiência de Acido Fólico até doenças graves como leucemia mieloide ou anemia aplásica.

Tratamento para pancitopenia

O tratamento da pancitopenia é feito através de:

  • Ciclosporina,
  • Metilprednisolona,
  • Globulina antitimócito/Anti linfocitária,
  • Tratamento de suporte hemoterápico,
  • Transplante de medula óssea.
publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 27/08/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.