Obesidade Mórbida

A obesidade mórbida é uma classificação para obesidade quando o excesso de gordura coloca em risco o bem-estar e a vida do paciente, isto é, quando o IMC é maior ou igual a 40 kg/m², que corresponde a obesidade grau 3.

A obesidade mórbida é um grave problema de saúde pública, que ocorre quando há uma ingestão elevada de calorias e não ocorre o seu gasto, levando ao aumento de peso e ao acumulo de gordura. 

Para ganhar saúde, a pessoa com obesidade mórbida deve emagrecer, fazendo uma dieta orientada por um nutricionista e fazer atividade física diariamente e, em alguns casos, pode ser necessário fazer uma cirurgia. 

Causas da obesidade mórbida

As causas da obesidade mórbida incluem:

  • Sedentarismo;
  • Consumo exagerado de alimentos muito calóricos, com alto teor de gordura ou açúcar. Saiba quais são em: Alimentos ricos em açúcar. 
  • Distúrbios emocionais;
  • Doença genética;
  • Doenças hormonais.

Tratamento para obesidade mórbida

O tratamento para obesidade mórbida requer uma equipe multidisciplinar, pois além de ser indicado praticar exercícios físicos diariamente e seguir uma dieta rigorosa criada pelos nutricionistas, consultas semanais com um psicólogo podem ser de grande ajuda.

Os remédios podem ser necessários para ajudar a tirar a fome, aumentar o metabolismo e a vontade de urinar.

Além disso, em alguns casos o médico pode indicar a realização de uma cirurgia, mas antes dela poder ser realizada o indivíduo deverá perder mais de 10% da quantidade de gordura que possui acumulada. Saiba mais sobre as cirurgias em: Como funcionam as cirurgias para emagrecer. 

Prevenção da obesidade mórbida

A prevenção da obesidade mórbida pode ser feita através do consumo de alimentos saudáveis com baixo teor de gordura e prática de exercícios físicos todos os dias. 

Obesidade mórbida infantil

A obesidade mórbida infantil caracteriza-se pelo excesso de peso nos bebês e crianças e quando o seu peso corporal ultrapassa em 15% o peso médio correspondente à idade e, aumenta o risco de a criança desenvolver problemas de saúde graves, como pressão alta ou dificuldade respiratória, por exemplo. Saiba mais em: Obesidade infantil.