O que causa espinhas?

publicidade

As alterações hormonais são uma das causas mais comuns do aparecimento das espinhas, embora o estresse também seja um frequente desencadeador do problema.

Desta forma, é mais comum surgir espinhas na adolescência, durante a gravidez ou durante a menstruação, porém, outras possíveis causas do aparecimento das espinhas incluem:

  • Não limpar a pele corretamente, deixando a oleosidade formar os comedões, como cravos;
  • Usar maquiagem de má qualidade ou com prazo de validade vencido;
  • Usar cremes muito gordurosos, especialmente no rosto;
  • Usar protetor solar que não seja adequado para peles acnéicas;
  • Ter a síndrome dos ovários policísticos;
  • Reação adversa a algum medicamento;
  • Exposição solar.

A acne vulgar provoca o aparecimento de cravos e espinhas, que geralmente afetam o rosto, pescoço, braços e costas, e acontece quando as glândulas produtoras de oleosidade da pele ficam inflamadas ou infectadas por algum micro-organismo.

Como evitar espinhas

Os indivíduos que têm tendência a ter espinhas devem:

  • Evitar doces e frituras, além de bebidas alcoólicas e as gaseificadas pois dificultam a digestão e danificam a pele;
  • Ter uma alimentação rica em omega 3, zinco e antioxidantes, como salmão, sementes de girassol, frutas e legumes porque são ricos em substâncias importantes para ajudar a reduzir a inflamação da pele;
  • Limpar a pele com produtos cosméticos próprios para a pele oleosa duas vezes ao dia, de manhã e à noite, sendo que os sabonetes com ácido acetil salicílico são uma boa opção;
  • Passar um protetor solar oil free para o rosto antes de passar a maquiagem, mesmo que esta já tenha algum fator de proteção, para proteger a pele contra os efeitos nocivos do sol;
  • Fazer uma esfoliação leve uma vez por semana para retirar essas células mortas.

Além disso, caso surjam espinhas não se deve espremer as espinhas para a pele não ficar infeccionada, manchada e com cicatrizes. Leia mais em: Como eliminar as espinhas.

Espinhas na adolescência

Na adolescência é normal o jovem desenvolver espinhas e cravos, porque sua pele é mais oleosa e, para tratar as espinhas nesta fase é importante lavar a pele com produtos cosméticos próprios para a pele oleosa duas vezes ao dia, fazer uma esfoliação 1 vez por semana e evitar frituras e doces diariamente.

Além disso, em alguns casos, o tratamento exige o uso de antibióticos indicados pelo dermatologista.

Espinhas na gravidez

As espinhas durante a gravidez não surgem em todas as gestantes e está relacionado com alterações hormonais.

Normalmente, quando surgem espinhas na gravidez é importante consultar um dermatologista para iniciar o tratamento adequado, já que nem todos os remédios podem ser utilizados durante a gestação. Além disso, em alguns casos, o tratamento pode ser feito apenas com remédios naturais, como aplicar uma máscara de de arroz e mel. Veja como preparar em: Remédio caseiro para Espinhas (acne).

Veja outros tratamentos naturais em: 

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade