Entenda quando a Maconha pode ser usada como Planta Medicinal

A Maconha pode ser usada como planta medicinal para diminuir a dor crônica, combater crises de epilepsia, sendo útil para ajudar a tratar diversas doenças como Síndrome de Hett, Alzheimer, Depressão e Esclerose múltipla. Além disso, a Maconha pode ainda ser usada para outros fins, como para diminuir os efeitos da quimioterapia e da radioterapia em pacientes com câncer, por exemplo.

O nome cientifico da Maconha é Cannabis sativa L., e esta planta apenas deve ser consumida em forma de medicamento, de acordo com indicação médica.

Para que serve a maconha

Sobre indicação do médico, a maconha medicinal pode ser usada no alivio da dor forte e crônica, e no tratamento de diversos problemas e doenças como Alzheimer, epilepsia, dor, glaucoma, síndrome de Tourette, esclerose múltipla, espasticidade, náuseas e vômitos causados pela quimioterapia, anorexia e fraqueza e cansaço extremo em pacientes com Aids.

Entenda quando a Maconha pode ser usada como Planta Medicinal

Propriedades da maconha

O médico pode indicar o uso da maconha porque esta apresentar uma ação analgésica, que diminui a náusea, vômito e os espasmos musculares, calmante, sedativa e tônica.

Além disso, o efeito terapêutico da maconha medicinal deve-se às substâncias ativas da maconha, especialmente o Canabidiol, que quando usado de acordo com indicação médica e aprovação da Anvisa, atua no Sistema Nervoso Central e ajuda no tratamento de algumas doenças como esquizofrenia, mal de Parkinson, epilepsia ou ansiedade, por exemplo.

Modo de uso da maconha

A maconha medicinal só pode ser consumida na forma de medicamento, como é o caso do Canabidiol, que apenas pode ser usado sobre prescrição médica. Apesar de ainda não ser possível comprar este medicamento no Brasil, pode-se conseguir a autorização da Anvisa para o seu uso. Dessa forma, o medicamento que antes era proibido no Brasil por falta de aprovação da Anvisa, o Canabidiol passa a ser enquadrado como medicamento de uso controlado.

Efeitos colaterais da maconha

Quando usado como forma de medicamento, os efeitos colaterais são leves e não há risco de dependência química.

Apesar dos aparentes benefícios, os uso da maconha como planta medicinal pode causar efeitos colaterais como aumento do risco de esquizofrenia, problemas psicóticos crônicos, insônia, transtorno de personalidade, delírio, diminuição da memória, dificuldade na aprendizagem, ansiedade, depressão, confusão mental e irritabilidade. Saiba mais sobre os Efeitos colaterais da Maconha.

Contraindicações

A maconha está contraindicada para grávidas, mulheres a amamentar e para pacientes com doença cardiovascular, respiratória ou com alguma doença psiquiátrica.

Mais sobre este assunto: