Labirintite

publicidade

A labirintite é uma inflamação do ouvido interno que afeta o labirinto, responsável pela audição e pelo equilíbrio, que provoca sintomas como tontura, vertigem e falta de equilíbrio causada, principalmente, devido a uma infecção no ouvido. É mais comum em idosos, mas a labirintite em jovens também pode ocorrer.

A labirintite é grave quando não tratada, mas a labirintite tem cura que pode ser alcançada com o tratamento que é feito com medicamentos, alimentação e fisioterapia.

Causas da labirintite

As causas da labirintite podem ser:

  • Infecção no ouvido;
  • Gripe e resfriado;
  • Traumatismos na cabeça;
  • Efeito colateral de medicamentos;
  • Tumor cerebral;
  • Envelhecimento;
  • Hipertensão;
  • Hiper ou hipotireoidismo;
  • Hiper ou hipoglicemia;
  • Colesterol alto;
  • Anemia;
  • Alergia;
  • Disfunção da articulação temporomandibular (ATM);
  • Doenças neurológicas.

A fadiga, o excesso de álcool e o estresse também podem aumentar o risco de labirintite.

Tratamento para labirintite

O tratamento para labirintite consiste na ingestão de medicamentos para labirintite, dieta e fisioterapia para melhorar os problemas de equilíbrio do indivíduo através de exercícios específicos. Alguns remédios para labirintite são:

  • Medicamentos vasodilatadores para melhorar a circulação sanguínea;
  • Medicamentos anti-convulsionantes e antidepressivos;
  • Medicamentos anti-vertiginosos para e tontura e a vertigem;
  • Medicamentos anti-eméticos para os vômitos, enjoo e mal-estar;

O indivíduo não deve dirigir durante as crises de labirintite ou sob o efeito de medicamentos para o tratamento da labirintite e a prática de exercícios físicos também pode ser útil para evitar os episódios de labirintite.

O tratamento natural para labirintite tem como objetivo evitar que os sintomas da labirintite piorem durante um episódio e inclui ficar imóvel durante o episódio, descansando e retornando às atividades gradualmente depois, evitar mudanças de posição repentinas e locais com luz forte e não tentar ler enquanto os sintomas persistirem.

Labirintite e Alimentação

A labirintite e a alimentação estão relacionadas, pois a alimentação adequada é de grande ajuda para o tratamento da labirintite. Desta forma, o indivíduo deve:

  • Evitar o açúcar, enlatados, café, queijos amarelos, chocolate, biscoitos, pães, tortas, bolos, sal, refrigerantes, fast food e bebidas alcoólicas;
  • Dar preferência a produtos integrais, frutas e legumes;
  • Beber cerca de 2 litros de água por dia;
  • Não fazer grandes intervalos entre as refeições.

Outra ótima dica é utilizar ervas finas na preparação e confecção dos alimentos para substituir o sal de cozinha.

Labirintite na gravidez

A labirintite na gravidez é comum, pois na gestação ocorrem alterações hormonais que podem causar retenção de líquido no labirinto e, como consequência, labirintite.

Os sintomas da labirintite na gravidez são tonturas e vertigens associadas ou não a náuseas, vômitos, suores, alterações gastrintestinais, perda de audição, desequilíbrio, zumbidos e sensação de pressão nos ouvidos e na cabeça.

O tratamento para labirintite na gravidez é feito, principalmente, com fisioterapia e alimentação, pois os medicamentos devem ser evitados durante a gestação.

Sintomas da labirintite

Os sintomas da labirintite incluem:

  • Tontura;
  • Vertigem que é a sensação de que o ambiente gira em torno de si;
  • Perda do equilíbrio;
  • Perda da audição em um dos ouvidos;
  • Enjoo;
  • Mal-estar;
  • Vômitos;
  • Distúrbios gastrointestinais;
  • Ansiedade;
  • Tensão nos músculos da face;
  • Movimentos involuntários dos olhos;
  • Zumbido no ouvido;
  • Sensação de desmaio.

A labirintite dá dor de cabeça frequentemente e, além deste sintoma, todos os outros podem surgir a qualquer momento, podendo persistir por minutos, horas, dias ou semanas e tendem a piorar em discotecas, ambientes com muita luz ou muito ruído.

Labirintite emocional

A labirintite emocional ocorre quando o indivíduo apresenta quadros de ansiedade patológica ou depressão. Neste caso, recomenda-se tratar os problemas emocionais através da psicoterapia, além do tratamento convencional com medicamentos, dieta e fisioterapia.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 15/09/2014 Última atualização da página: 17/07/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.