Ivermectina (Ivermec)

Bula de Ivermectina (Ivermec)

publicidade

A Ivermectina é um parasiticida que mata o parasita por alteração da permeabilidade celular. Este medicamento anti-helmítico é de administração oral e pode ser encontrado com os nomes de Ivermec, Plurimec, Levercitin ou Revectina.

A Ivermectina deve ser tomada em jejum e uma hora antes da primeira refeição do dia. Não deve ser ingerida com medicamentos da classe dos barbituratos, benzodiazepinas ou ácido valpróico.

Indicações da Ivermectina

Estrongiloidíase intestinal, oncocercose, filariose, escabiose, vulgarmente conhecida como sarna e também infestação por piolhos.

Efeitos colaterais da Ivermectina

Dor na região da barriga, aumento da sensibilidade nos gânglios, especialmente das axilas, pescoço e virilhas. Além disso, é comum também a ocorrência de erupção da pele, coceira febre e sinovite. Outros sintomas podem ser: conjuntivite, inchaço na face e membros, queda de pressão dor de cabeça, dor muscular, arritmias cardíacas, anemia, derreia, perda do apetite, sonolência , tremor.

Contraindicações da Ivermectina

Gravidez risco C; amamentação; meningite; crianças com menos de 15 Kg; asma brônquica.

Modo de uso da Ivermectina

Crianças, Adolescentes, Adultos

  • Oncocercose: dose única 150 mcg/ Kg de peso;  repetir entre 3 a 12 meses  seguintes.
  • Estrongiloidíase: dose única de 200 mcg/ Kg de peso.
  • Filariose: dose única de 20 a 200 mcg/Kg de peso.
  • Piolho: dose única de 200 mcg/Kg de peso.
  • Sarna: dose única de 150 mcg/Kg de peso.
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 15/04/2014 Última data de atualização da página: 13/04/2012
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.