Intolerância ao glúten

publicidade

A intolerância ao glúten é a incapacidade ou dificuldade de digestão do glúten, que é uma proteína presente em alguns cereais como trigo, centeio, cevada e aveia.

Nos indivíduos intolerantes ao glúten tem uma condição chamada doença celíaca. Nessas pessoas o glúten danifica as paredes do intestino delgado, provocando diarréia , dor  e dificultando a absorção de outros nutrientes.

A intolerância ao glúten é permanente.

Sintomas da intolerância ao glúten

Os sintomas da intolerância ao glúten podem ser observados no bebê assim que haja introdução de cereais na alimentação. Os sintomas mais comuns são:

  • Diarreia frequente, de 3 a 4 vezes ao dia, com grande volume de fezes;
  • Vômitos persistente;
  • Irritabilidade;
  • Perda do apetite;
  • Emagrecimento sem causa aparente;
  • Dor abdominal;
  • Abdômen inchado;
  • Palidez;
  • Anemia ferropriva;
  • Diminuição da massa muscular.

Em alguns casos, o indivíduo pode não apresentar nenhum destes sintomas e a intolerância ao glúten só ser descoberta após a manifestação de outros sintomas decorrentes da doença, tais como: baixa estatura; anemia refratária; artralgia; prisão de ventre crônica; osteoporose e esterilidade.

Causas da intolerância ao glúten

As causas da intolerância ao glúten podem ser genéticas ou devido a permeabilidade intestinal alterada.

Exames para identificar a intolerância ao glúten

Os exames para identificar a intolerância ao glúten são:

  • Teste genético;
  • Teste sorológico para o glúten - exame de sangue;
  • Biópsia intestinal.

Estes exames podem ajuda no diagnóstico da intolerância ao glúten assim como uma dieta de exclusão do glúten por um tempo determinado para avaliar se os sintomas desaparecem ou não.

Tratamento para intolerância ao glúten

O tratamento para intolerância ao glúten é basicamente excluir o glúten da alimentação durante toda a vida. O glúten poderá ser substituído por milho, farinha de milho, fubá, amido de milho, batata, fécula de batata, mandioca, farinha de mandioca e polvilho. Ao retirar o glúten da dieta a remissão dos sintomas podem desaparecer em poucos dias ou semanas.

Dieta para intolerância ao glúten

A dieta para intolerância ao glúten consiste em retirar da alimentação todos os alimentos que contém glúten como os que são preparado com farinha de trigo como bolos, pães e biscoitos, substituindo-os por outros como bolo de fubá, por exemplo. Quem sofre com intolerância ao glúten deve excluir da sua dieta os seguintes alimentos:

  • Pão, macarrão, biscoito, bolo, cerveja, pizza, salgadinhos e qualquer alimento que contenha glúten.

É importante que o indivíduo siga a dieta corretamente para evitar as complicações que a doença pode trazer e por isso é importante verificar se o alimento contém glúten, e se tiver não consumi-lo. Esta informação está presente na maior parte dos rótulos dos produtos alimentares.

Referência Bibliográfica:

Paulo César da Silva, et al. Doença celíaca: revisão. Acesso em Abril, 2013.

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 17/04/2014 Última data de atualização da página: 11/04/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.