Intolerância Alimentar

publicidade

Na intolerância alimentar o organismo não tem enzimas necessárias para a correta digestão dos alimentos e por isso tem dificuldades na digestão dos alimentos e surgem sintomas como diarreias, por exemplo.

Os alimentos que mais causam intolerância alimentar são principalmente o leite e a farinha de trigo, assim como todos os alimentos que são feitos com estes ingredientes como bolos, biscoitos, bolachas ou pão, por exemplo.

Sintomas da intolerância alimentar

Os sintomas da intolerância alimentar geralmente são:

  • Dor abdominal;
  • Gases;
  • Diarreia ou prisão de ventre;
  • Enjoo;
  • Vômito;
  • Síndrome de dumping: náuseas e vômitos, sensação de peso na barriga, cólicas, diarreia, tonturas, vertigens, aumento da frequência cardíaca.

Estes sintomas surgem geralmente 2 a 3 horas depois da ingestão do alimento que o indivíduo não consegue digerir corretamente. Quanto mais a quantidade de alimento ingerido, mais fortes serão os sintomas. Saiba mais sobre os sintomas e o diagnóstico em: Sintomas de intolerância alimentar.

Intolerância alimentar tem cura?

Não existe um tratamento específico para curar a intolerância alimentar, mas alguns pacientes podem alcançar a cura quando excluem, durante 3 meses no mínimo, o alimento a que é intolerante. Nestes casos, quando o individuo volta a introduzir o alimento na dieta pode ser que consiga digeri-lo melhor, sem que se manifestem os sintomas de intolerância alimentar.

No entanto, esta estratégia deve ser orientada por um nutricionista ou nutrólogo, pois ela só resulta em alguns casos, de acordo com a causa da intolerância alimentar. Nos casos em que esta estratégia não resulta, o indivíduo tem que excluir completamente da dieta, durante toda a vida o alimento a que é intolerante ou tomar enzimas que consigam digerir esse alimento.

Teste da intolerância alimentar

O teste de intolerância alimentar pode ser requisitado pelo médico alergologista e pode ser feito através de um exame de sangue ao indivíduo, onde se observa a resposta do organismo quando são ingeridos determinados alimentos. Há laboratórios que conseguem verificar a intolerância alimentar em mais de 200 tipos de alimentos, o que é muito útil para o diagnóstico e para o tratamento.

Tratamento para intolerância alimentar

O tratamento para intolerância alimentar consiste em retirar da alimentação todos os alimentos que não sejam corretamente digeridos pelo indivíduo.

Por isso, os indivíduos que possuem intolerância alimentar ao ovo, por exemplo, não podem comer ovo frito, ovo cozido, e nem nada que tenha sido preparado com o ovo, como bolos, biscoitos e tortas, o que pode dificultar um pouco sua alimentação, e por isso é importante que o médico ou nutricionista indique quais as substituições que o indivíduo deverá fazer para garantir que seu corpo receba todos os nutrientes necessários e desta forma evitar as carências nutricionais.

Além disso, em alguns casos pode ser possível o paciente ingerir remédios com enzimas que ajudem a digerir os alimentos a que são intolerantes.

Veja também: Diferença entre alergia e intolerância alimentar.

publicidade
publicidade