Insônia na gravidez

publicidade

A insônia na gravidez é normal e acredita-se que ela se deve a alterações hormonais típicas desta fase. Nem todas as grávidas apresentam insônia na gestação, e por isso acredita-se que haja outros fatores envolvidos.

Mulheres ansiosas, estressadas ou que têm outros problemas emocionais tendem a sofrer mais com insônia durante a gravidez. É muito comum a grávida sentir muito sono no primeiro trimestre de gestação e sofrer com insônias no terceiro trimestre e neste caso, isto também seria provocado pelo desconforto que a barriga traz.

Como a progesterona encontra-se aumentada durante a gravidez, ela pode ser causa da insônia para muitas grávidas pois ela tem ação sedativa sobre o sistema nervoso central provocando a sonolência, e o hormônio estrogênio, também muito abundante nesta fase, possui efeito estimulante e por isso acredita-se que ele possa ser a causa dos frequentes despertares noturnos durante a gravidez.

Insônia na gravidez, o que fazer?

Quanto à insônia na gravidez, o que se pode fazer para amenizá-la é:

  • Ir dormir sempre à mesma hora, num quarto tranquilo;
  • Colocar um travesseiro entre as pernas para ficar mais confortável;
  • Tomar o chá de erva-cidreira e evitar café e outras bebidas estimulantes após as 18h;
  • Evitar ambientes muito claros e barulhentos como shoppings e centros comerciais à noite;
  • Se tiver dificuldades para dormir ou voltar a pegar no sono, fechar os olhos e concentrar-se somente na sua respiração.

O tratamento para insônia na gravidez pode ser feito também com medicamentos, mas eles só devem ser prescritos pelo obstetra.

Insônia na gravidez prejudica o bebê?

A insônia na gravidez não prejudica o bebê, no entanto é importante para a saúde da grávida dormir no mínimo 10 horas por dia e não dormir de barriga para cima após os 5 meses de gestação.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/07/2014 Última atualização da página: 02/06/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.