Ingurgitamento mamário

publicidade

O ingurgitamento mamário é caracterizado pelo excesso de leite nas mamas, popularmente  chamado de "leite empedrado" que pode ocorrer em qualquer fase da amamentação embora seja mais comum nos primeiros dias, após o nascimento do bebê.

Sintomas de ingurgitamento mamário

Os sintomas do ingurgitamento mamário são:

  • mamas muito cheias de leite, que se tornam muito tesas ou "duras";
  • as mamas ficam muito volumosas, com áreas avermelhadas e a pele fica brilhante;
  • desconforto ou sensação de dor nas mamas;
  • pode haver extravasamento de leite pelas mamas;
  • pode haver febre.

Em caso de ingurgitamento mamário os mamilos ficam achatados o que dificulta a "pega" do bebê e amamentar fica mais difícil. Por isso, neste caso, recomenda-se que a mulher retire um pouco de leite com as mãos ou com uma bombinha de leite antes de oferecer a mama ao bebê.

Causas do ingurgitamento mamário

As causas do ingurgitamento mamário podem ser:

  • ficar muitas horas sem dar de mamar;
  • beber água ou líquidos em excesso;
  • tomar suplementos alimentares;
  • o bebê não conseguir extrair todo o leite corretamente.

O que fazer em caso de ingurgitamento mamário

O que se deve fazer em caso de ingurgitamento mamário é:

  • colocar um pano aquecido sobre as mamas e iniciar a "ordenha", isto é, a retirada do excesso de leite com as mãos ou com uma bombinha de tirar leite até que a mama fique mais maleável 
  • colocar o bebê para mamar assim que ele consiga abocanhar a mama corretamente;
  • pode-se tomar Paracetamol ou Ibuprofeno para diminuir a dor e o inchaço da mama;
  • aplicar compressas frias logo após o bebê terminar de mamar para diminuir a inflamação da mama.

Prevenção do ingurgitamento mamário

Algumas formas de prevenção do ingurgitamento mamário são:

  • iniciar a amamentação o mais rápido possível;
  • amamentar sempre que o bebê quiser ou no máximo a cada 3 horas;
  • evitar o uso de suplementos alimentares como a Silimarina, por exemplo, pois ele aumenta a produção de leite materno;
  • certificar-se de que o bebê esteja esvaziando completamente a mama após cada mamada.

Referência Bibliográfica

ELSA RJ GIUGLIANI. Problemas comuns na lactação e o seu manejo. Acesso em Mar. 2013.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 21/08/2014 Última atualização da página: 07/04/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.