HPV no homem

publicidade

O HPV no homem surge devido ao contato íntimo sem preservativo com um companheiro infectado pelo vírus, podendo ser transmitido durante o sexo vaginal, anal ou oral, mesmo que o parceiro não apresente sintomas.

Geralmente, o HPV no homem não causa sintomas e não provoca problemas para a saúde, no entanto, alguns tipos de HPV podem levar ao surgimento de verrugas genitais ou desenvolvimento de câncer no pênis, ânus ou garganta.

HPV no homem tem cura?

O HPV no homem e na mulher não tem uma cura definitiva, porque nem sempre o vírus é eliminado do corpo. No entanto é possível controlar os sintomas da infecção através de tratamentos feitos por um clínico geral ou urologista. Isso quer dizer que com o tratamento adequado as verrugas podem desaparecer, mas o vírus pode permanecer e ser reativado no futuro, num momento de baixa do sistema imune. Mas é importante que o homem que possui verrugas genitais siga o tratamento para evitar a transmissão da doença para outros.

Tratamento para HPV no homem

O tratamento para HPV no homem depende dos sintomas presentes e inclui:

  • Verrugas: o tratamento pode ser feito com a aplicação de pomadas para HPV, como a Podofilina, receitados pelo urologista. As verrugas podem voltar a aparecer e apenas são tratadas quando aumentam de tamanho, sendo que, quando são pequenas podem desaparecer sem tratamento;
  • Câncer: o tratamento pode ser feito com o uso de cirurgia para remoção das células cancerígenas ou utilização de radioterapia ou quimioterapia.

Estes tipos de tratamento não curam o HPV e, por isso, mesmo sem manifestar sintomas, o homem pode transmitir o HPV para o parceiro, devendo utilizar preservativo em todos os contatos íntimos ou adotar a abstinência sexual.

Vacina contra HPV no homem

A vacina contra HPV no homem, vendida comercialmente como Gardasil, protege contra o surgimento de verrugas genitais e câncer anal, devendo ser tomada por indivíduos não infectados com menos de 26 anos.

Como o homem pega HPV

O homem pode pegar HPV através do contato das verrugas com a região genital da parceira e, por isso, o homem deve ter sempre contato íntimo com preservativo, caso seja possível tapar as lesões.

No entanto, quando não é possível proteger a região afetada, o risco de transmissão é muito grande, devendo ser recomendada a abstinência sexual.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 21/10/2014 Última atualização da página: 30/09/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.