Como identificar e Tratar o Hipotireoidismo

PUBLICIDADE

O hipotireoidismo é uma das doenças endócrinas mais comuns e é caracterizado pela baixa atividade da tireóide, que faz com que esta produza menos hormônios do que o que é necessário para o funcionamento ideal de todas as funções do corpo.

Esta alteração é mais comum em mulheres com mais de 50 anos de idade, que tenham familiares próximos com hipotireoidismo, que já tenha retirado uma parte ou toda a tireoide ou que tenha recebido algum tipo de radiação na cabeça ou no pescoço.

PUBLICIDADE

O hipotireoidismo subclínico ocorre quando a pessoa possui T4 normal e TSH alto, o que normalmente, não gera sintomas e só é descoberto num exame de sangue.

A causa mais comum de hipotireoidismo é a Tireoidite de Hashimoto, uma doença autoimune, onde os anticorpos começam a atacar a glândula tireoide, como se ela fosse nociva ao próprio corpo. Entenda esta doença clicando aqui.

Como identificar e Tratar o Hipotireoidismo

Sinais e sintomas

Os sinais e sintomas que podem indicar o baixo funcionamento da tireoide podem surgir lentamente ao longo de vários anos, e podem ser:

  • Dor nos músculos, nas articulações;
  • Cãibras;
  • Dor de cabeça;
  • Unhas frágeis e quebradiças;
  • Pele áspera e seca;
  • Mãos e pés frios;
  • Rosto, mãos e pés inchados;
  • Queda de cabelo sem causa aparente e cabelos mais finos, secos e sem brilho;
  • Batimentos cardíacos mais lentos que o normal;
  • Tendinite nas mãos ou síndrome do túnel do carpo.
  • Cansaço, fraqueza;
  • Pele seca;
  • Olhos inchados com edema de pálpebras;
  • Sensação de frio;
  • Dificuldade de concentração;
  • Memória fraca;
  • Fala lenta;
  • Prisão de ventre;
  • Nervosismo;
  • Diminuição da audição ou surdez;
  • Aumento de peso sem causa aparente;
  • Voz mais grave ou rouca;
  • Sensação de fraqueza ou dormência;
  • Mudança de personalidade, depressão, demência;

As causas da baixa produção de hormônios pela tireoide podem estar relacionadas a Tireoidite de Hashimoto; deficiência de iodo, uma condição conhecida como bócio que provoca aumento de tamanho da tireóide; tratamento contra o hipertireoidismo ou uso de medicamentos como carbonato de lítio, amiodarona, propiltiouracil e metimazol.

Pessoas que tomaram medicamentos para tireoide com o intuito de emagrecer também podem desenvolver hipotireoidismo porque uma vez que estes hormônios já estão presentes na corrente sanguínea, a tireoide pode parar ou diminuir a sua produção natural. Outra causa menos comum é a infecção com vírus, como os da gripe, também pode causar hipotireoidismo.

No entanto, além destas causas o hipotireoidismo também pode surgir durante a gravidez ou no período pós-parto que tende a voltar ao normal logo a seguir. Além disso, é importante lembrar que essa doença diminui a fertilidade da mulher, causando problemas para engravidar. Veja mais aqui.

Como saber se é hipotireoidismo

Para o diagnóstico do hipotireoidismo é necessário observar o indivíduo, tendo atenção dos seus sintomas e realizar um exame de sangue TSH e também outros como: 

  • T3;
  • T4 livre e T4 total;
  • Pesquisa de anti-corpos contra a tireoide;
  • Ultrassonografia quando são notados nódulos durante a palpação da tireoide. Se nódulos estiverem presente o médico poderá pedir também a relização de uma biópsia durante a realização da ultrassonografia;
  • Mapeamento da tireoide.

Veja como pode ser realizado o autoexame da tireoide para saber se você tem algum nódulo clicando aqui.

Quem precisa fazer exames para tireoide

Além das pessoas que apresentam sinais e sintomas que podem indicar hipotireoidismo estes exames também devem ser realizados por:

Mulheres com mais de 50 anosQuem fez radioterapia na cabeça ou pescoçoPessoas com Diabetes tipo 1
Durante a gravidezQuem fez cirurgia na tireoidePessoas com doença autoimune
Se tiver bócioSe tiver casos de doenças da tireoide na famíliaEm caso de insuficiência cardíaca
Quem tem Síndrome de DowQuem tem Síndrome de TunerProdução de leite fora da gravidez ou sem estar amamentando

Hipotireoidismo pode surgir na gravidez

Esta alteração da tireoide pode surgir durante a gravidez e durar apenas mais alguns meses após o nascimento do bebê. Isso pode acontecer porque nesta fase da vida, o corpo da mulher diminui a sua imunidade para que o próprio corpo não expulse o bebê que está se formando, como se fosse um vírus ou bactéria. Com esta diminuição natural da imunidade, a tireóide passa a produzir menos hormônios, o que pode levar aos sintomas, no entanto, estes nem sempre encontra-se presentes.

Assim, é normal que durante o pré-natal o médico peça exames de T3, T4 e TSH para avaliar o funcionamento da tireoide. Normalmente não é necessário realizar nenhum tipo de tratamento porque em menos de 1 ano de pós-parto os valores da tireoide podem voltar ao normal. Saiba quais são os riscos do hipotireoidismo na gravidez clicando aqui.

Como tratar o Hipotireoidismo

O tratamento para o hipotireoidismo é relativamente simples e deve ser feito através da reposição hormonal com a toma de hormônios sintéticos como a Levotiroxina que contém o hormônio T4, que deve ser tomado em jejum, pelo menos 20 minutos antes de tomar o café da manhã.

Não há necessidade de tomar remédios com T3 porque ao tomar o T4 ele é convertido em T3 naturalmente pelo corpo.

Veja como a alimentação pode melhorar o funcionamento da tireoide no vídeo a seguir.

Após 6 semanas do início da toma do medicamentos o médico pode verificar os sintomas que o indivíduo apresenta ou solicitar um exame TSH para verificar se é preciso ajustar a dose do medicamento até que a quantidade de T4 livre esteja normalizada. Depois disso, os exames para avaliar a tireoide devem ser realizados 1 ou 2 vezes por ano, para verificar se é preciso ajustar a dose do medicamento.

Em caso de hipotireoidismo subclínico, quando não há sintomas envolvidos, o médico pode indicar o uso de medicamentos porque estes podem ajudar a diminuir o risco de problemas cardiovasculares, o que pode ser importante para pessoas que estão acima do peso ou que tenham colesterol alto ou diabetes.

Saiba mais detalhes do tratamento clicando aqui e veja algumas opções de remédios caseiros para regular a tireoide.

PUBLICIDADE