Glândula de Bartholin

A glândula de Bartholin localiza-se na parte anterior da vagina e tem a função de lubrificá-la, principalmente durante o contato íntimo. No entanto, esta glândula pode inflamar e ficar obstruída devido ao acúmulo do líquido dentro da própria glândula, dando origem ao cisto de Bartholin.

O cisto de Bartholin geralmente é indolor, não apresenta sintomas e pode ter cura espontânea. Porém, quando o líquido fica infectado com pus, dando origem à infecção da glândula de Bartholin, que tem o nome de Bartolinite aguda, a região pode ficar avermelhada, inchada e dolorida e pode ocorrer saída de pus.

Nestes casos, o tratamento é necessário e pode ser feito com remédios analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos prescritos pelo ginecologista, banhos de assento com água quente e cirurgia.

Fotos da glândula de Bartholin inflamada

​​

Como tratar a inflamação da glândula de Bartholin

O tratamento da glândula de Bartholin inflamada deve ser orientado pelo ginecologista, mas geralmente é feito com remédios anti-inflamatórios e analgésicos e, quando há infecção, com antibióticos, e banhos de assento com água quente para aliviar a inflamação e eliminar o pus, caso haja infecção.

A cirurgia para a glândula de Bartholin está indicada quando há formação do cisto de Bartholin e pode ser feita através da drenagem do líquido do cisto, remoção do cisto ou remoção das próprias glândulas de Bartholin.

Saiba mais sobre o tratamento e veja um excelente tratamento natural para a glândula de Bartholin inflamada em: Tratamento da inflamação da glândula de Bartholin.

Causas da inflamação da glândula de Bartholin

A glândula de Bartholin pode inflamar e pode ocorrer a formação do cisto de Bartholin quando o líquido lubrificante se acumula dentro da própria glândula. Já quando ocorre infecção do cisto de Bartholin por bactérias, chamada de bartolinite, as causas podem ser:

  • Prática de relações íntimas desprotegidas: bactérias sexualmente transmissíveis, como Neisseria gonorrhoeae, causadora da gonorreia, ou ​Chlamydia trachomatis​, responsável pela clamídia podem alcançar o cisto, infectando-o;
  • Maus cuidados de higiene íntima como descuido ou lavagem incorreta da região, de trás para a frente: as bactérias do trato intestinal, frequentemente Escherichia coli podem infectar a glândula de Bartholin.

Desta forma, o aparecimento do cisto de Bartholin pode ser evitado através do uso de camisinha e a manutenção de hábitos de higiene da região íntima adequados.

Sintomas da inflamação da glândula de Bartholin

O cisto de Bartholin geralmente não causa sintomas, no entanto, a mulher pode ter a sensação de ter uma bola ou caroço na vagina quando apalpa a região, e esta pode estar inchada e vermelha. Quando o cisto infecciona, podem aparecer outros sintomas como:

  • Saída de pus;
  • Região avermelhada, quente, muito dolorida e inchada, semelhante a um furúnculo;
  • Nódulo próximo da abertura vaginal, geralmente nos casos mais avançados;
  • Dor e desconforto ao caminhar ou sentar e durante o contato íntimo;
  • Febre.

Na presença destes sintomas, deve-se consultar o ginecologista para orientar o tratamento.

Inflamação da glândula de Bartholin na gravidez

A inflamação da glândula de Bartholin na gravidez, normalmente, não é preocupante, porque o aparecimento do cisto é indolor e acaba por desaparecer naturalmente e, por isso, a mulher pode ter parto normal.

Quando o cisto de Bartholin infecciona na gravidez, com o tratamento adequado, ele geralmente fica livre das bactérias, não existindo risco para a gestante ou o bebê.