Gengivite na Gravidez

publicidade

A gengivite é uma situação comum na gravidez devido as alterações hormonais que ocorrem nesta fase. Para tratar a gengivite na gravidez basta fazer limpezas dentárias no consultório dentista e manter uma correta higiene bucal no dia a dia.

Com este tipo de abordagem a placa bacteriana existente será eliminada e as chances de formação de uma nova placa serão diminuídas, mas apesar disso a gengiva poderá continuar irritada e inflamada, sangrando facilmente, devido as alterações hormonais e não devido a placa bacteriana.

Quando a gengivite na gravidez é causada pela placa bacteriana, a limpeza profissional faz-se necessária, mas se ela for causada somente por causas hormonais, somente a escovação e passar o fio dental após as refeições já é o suficiente, mas somente o dentista poderá identificar a sua causa, sendo necessário ir a uma consulta.

Durante todo o período de gravidez a mulher provavelmente terá que ir a consulta 1 ou 2 vezes para a remoção da placa bacteriana e é recomendado que elas sejam realizadas no segundo trimestre de gestação, pois as chances de enjôo serão menores e o desconforto do peso da barriga ainda não será muito grande.

Em alguns casos pode ser que o dentista recomende o uso de um creme dental para dentes sensíveis, como o Sensodyne por exemplo e o uso de um fio dental extremamente fino, para diminuir a irritação e as chances de sangramento da gengiva. O uso de enxaguantes bucais não é recomendado durante a gengivite, pois o álcool presente na fórmula poderá irritar ainda mais a gengiva.

Após o bebê nascer é recomendado que a mulher volte ao dentista para que este veja se a gengivite cessou e se não há outros problemas dentários como cáries, necessidade de obturação ou canal.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade