Fisioterapia para paralisia facial

publicidade

O tratamento da paralisia facial periférica é feito com o uso de medicamentos e fisioterapia.

Tratamento fisioterapêutico para paralisia facial

A fisioterapia é parte importante no tratamento para paralisia facial periférica e deve conter a prática de exercícios faciais feitos pelo indivíduo; uso de aparelhos para aliviar a dor; alongamentos; massagem e uso de recursos térmicos como o gelo, para facilitar os movimentos.

A sessão de fisioterapia deve ser individualizada e deve durar aproximadamente 40 minutos. O tempo de recuperação varia muito de um indivíduo para o outro, mas em média deve-se fazer de 4 meses a 1 ano de fisioterapia.

Tratamento medicamentoso da paralisia facial

O tratamento medicamentoso para paralisia facial periférica ou de Bell é feito com a toma de corticóides como a Prednisona, por exemplo. Além disso, o uso de antivirais vêm sendo recomendados pelos médicos, o mais eficaz parece ser o Valaciclovir.

Durante o tratamento é necessário também o uso de lágrimas artificiais para manter o olho afetado bem hidratado e assim evitar o ressecamento da córnea que poderia levar à perda da visão. Para dormir, recomenda-se passar a pomada indicada pelo médico e usar uma venda nos olhos ou fazer uma espécie de curativo para proteger o olho.

Referência Bibliográfica

GARANHANI MR, et al. Fisioterapia na paralisia facial periférica: estudo retrospectivo. Acesso em Nov. 2012.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade