Fisioterapia para Esclerose Múltipla

publicidade

A fisioterapia motora e/ou respiratória é indicada em caso de esclerose múltipla porque ela visa a recuperação da área afetada num episódio de crise da doença.

A fisioterapia motora com o auxílio da eletroterapia é geralmente a mais indicada numa fase inicial da doença para evitar retrações musculares, diminuir a dor, fortalecer os músculos e treinar atividades da vida diária como caminhar, escovar os dentes e pentear os cabelos, caso haja necessidade, e a fisioterapia respiratória costuma ser mais indicada numa fase mais avançada da doença quando o sistema respiratório encontra-se comprometido.

Na fisioterapia respiratória pode-se utilizar pequenos aparelhos como o flutter, por exemplo, capaz de fortalecer os músculos respiratórios e mobilizar secreções, mas os exercícios respiratórios também são muito importantes para facilitar a respiração e torná-la mais eficiente, diminuindo o risco de sufocamento.

A fisioterapia deverá ser realizada sob indicação médica ou por iniciativa do próprio paciente para ajudar a recuperar alguma função perdida, e o número de sessões vai variar conforme a necessidade.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/07/2014 Última atualização da página: 19/09/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.