Fenilalanina

publicidade

A substância fenilalanina é um aminoácido natural, encontrado nas proteínas tanto vegetais como animais, essencial para a vida humana e que, quando utilizada como suplemento, ajuda a emagrecer.

Fenilalanina faz mal

A fenilalanina faz mal apenas para os fenilcetonúricos, que são incapazes de a digerir. Na população em geral, a fenilalanina não faz mal.

Fenilalanina hidroxilase

A fenilalanina hidroxilase é o nome da enzima que digere a fenilalanina. Os fenilcetonúricos não a possuem e, por isso, para eles ela se torna tóxica.

Quando a fenilalanina fica no sangue em excesso e não se transforma em tirosina, ela se transforma numa substância tóxica chamada de ácido pirúvico. Esse ácido é um componente encontrado na urina ou no suor e que, quando se acumula no sangue, impede outros processos metabólicos, afetando o desenvolvimento neurológico do indivíduo, causando lesões cerebrais irreversíveis.

Fenilalanina emagrece

A fenilalanina é um composto que ajuda a emagrecer, pois atua no cérebro, diminuindo a sensação de fome. Ela ainda espanta o mau humor, confere mais energia, atua como analgésico e melhora a capacidade de aprendizado. Recomenda-se a suplementação com 1 a 2 gramas por dia de fenilalanina para emagrecer.

Para que serve a fenilalanina

A fenilalanina serve para compor a célula do corpo humano, além de ser um componente essencial dos tecidos corporais. Ela é considerada um aminoácido essencial porque o organismo não a consegue sintetizar, sendo importante ingerir uma quantidade suficiente na alimentação para que o organismo fique equilibrado e produza adrenalina e tirosina em quantidades suficientes para a saúde do organismo, pois estão envolvidos em uma série de reações bioquímicas importantes.

Alimentos com fenilalanina

Alguns exemplos de alimentos do cotidiano com alto teor de fenilalanina são:

  • Aspartame, usado como substituto do açúcar em diversas balas
  • Todos os tipos de peixes
  • Qualquer parte do frango
  • Arroz
  • Feijão

Contraindicações da fenilalanina

Qualquer alimento que contenha mais do que 5% de proteína é contraindicado para os portadores de fenilcetonúria.

É obrigatório que os produtos industrializados que contenham fenilalanina tenham esta informação em destaque no rótulo do produto.

A Anvisa disponibiliza no seu site uma tabela para fenilcetonúricos que contém a quantidade de fenilalanina em diversos alimentos. Esta tabela é muito útil para a correta alimentação dos pacientes diagnosticados com a doença.

Sem o diagnóstico e orientações médicas seguidas corretamente, a fenilcetonúria leva a convulsões, problemas de pele e cabelo, deficiência mental e até mesmo invalidez permanente.

A fenilcetonúria é diagnosticada através do teste do pezinho nos bebês e requer tratamento por toda a vida.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 25/07/2014 Última atualização da página: 09/01/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.