Fenda palatina e Lábio Leporino - Causas e Tratamento

A fenda palatina é uma malformação do feto na qual o bebê nasce com uma fissura no meio do céu da boca. Em muitos casos além desta o bebê também possui o lábio leporino que é quando a fissura afeta também o lábio da criança.

Estas fissuras faciais podem trazer algumas complicações para o bebê, principalmente na alimentação, podendo levar a casos de desnutrição, anemia, pneumonia aspirativa e infecções frequentes, no entanto é possível tratar esta condição através de uma cirurgia.

Fenda palatinaFenda palatina

Causas

Tanto o lábio leporino como a fenda palatina são fissuras na face causadas por uma má formação fetal que ocorre especificamente entre as 4 e 8 semanas de gestação, quando a mulher, normalmente, ainda nem sabe que está grávida.

Suas causas não são totalmente conhecidas mas sabe-se que existem maiores risco quando as mulheres que não realizam o pré-natal de forma adequada ou:

  • Possui carência de ácido fólico,
  • Tem diabetes;
  • Uso medicamentos anticonvulsivantes na gestação;
  • Consomem drogas ilícitas ou álcool em excesso.

No entanto, uma mulher saudável e que realizou o pré-natal adequadamente também pode ter um bebê com este tipo de fissura na face.

Diagnóstico

O médico pode chegar ao diagnóstico de uma fissura facial como lábio leporino e/ou fenda palatina através da ultrassonografia no primeiro trimestre de gestação ou no momento do nascimento.

Após o nascimento a criança precisa ser acompanhada pelo pediatra, otorrinolaringologista e dentista porque a fenda palatina pode comprometer o nascimento dos dentinhos.

Tratamento 

O tratamento para lábio leporino é feito através de uma cirurgia plástica que pode ser realizada quando o bebê completar 3 meses de vida ou após este período em qualquer fase da vida. Já em caso de fenda palatina a cirurgia só é indicada a partir de 1 ano.

A amamentação continua sendo recomendada porque é um vínculo importante entre mãe e filho e ainda que seja difícil amamentar é importante oferecer o peito cerca de 5 minutos em cada peito, antes de oferecer a mamadeira.

A mamadeira não precisa ser especial porque não existe uma específica para este tipo de problema de saúde, mas é mais aconselhado optar pelo bico da mamadeira de formato arredondado, que é mais parecido com o peito de mãe, porque o encaixe da boca é melhor, mas uma outra opção é oferecer o leite no copinho. 

A cirurgia é rápida e relativamente simples e consegue alcançar ótimos resultados, mas em alguns casos o resultado pode não ser perfeito e ficarem pequenas alterações como a voz fanhosa, por exemplo.

Mais sobre este assunto: