Estrabismo

PUBLICIDADE

​O estrabismo é a falta de alinhamento entre os dois olhos que acontece devido ao movimento descoordenado dos músculos que apontam os olhos em direções diferentes, causando um dos seguintes tipos de estrabismo:

  • Estrabismo divergente: o desvio do olho é para fora, ou seja, em direção ao lado do rosto, como na figura 1;
  • Estrabismo convergente: quando o olho está desviado em direção ao nariz, como mostra a imagem 2;
  • Estrabismo vertical: o olho está com um desvio para cima ou para baixo, como mostra a figura 3.

Geralmente, o estrabismo surge após os 5 anos de idade e está relacionado com alterações neurológicas, viroses, traumas ou atrasos de desenvolvimento, por exemplo. Saiba mais em: Estrabismo em bebê.

Além disso, o estrabismo pode estar sempre presente, no caso do estrabismo latente, ou desaparecer durante alguns períodos, caracterizando o estrabismo intermitente.

O estrabismo tem cura, principalmente quando o tratamento é iniciado ainda na infância com o uso de óculos e tampão ocular. Já no adulto, na maioria das vezes, é necessário fazer cirurgia para curar completamente o problema.

Tratamento para estrabismo

O tratamento para estrabismo deve ser orientado por um oftalmologista e, normalmente, é iniciado com a eliminação da sua causa. Porém, para reduzir os efeitos do estrabismo sobre a visão, os pacientes podem precisar utilizar óculos ou lentes de correção.

Já nos casos mais graves pode ser aplicada toxina botulínica em forma de colírio, por um oftalmologista, que promove a paralisia do músculo e facilita o alinhamento dos olhos.

Outra opção é a cirurgia para estrabismo, que sendo feita sob anestesia geral, permite que o oftalmologista chegue aos músculos dos olhos e reequilibre as forças, curando o estrabismo. Saiba mais em: Quando fazer a cirurgia para estrabismo.

Sintomas de estrabismo

O principal sintoma de estrabismo é a incapacidade de manter os olhos paralelos, no entanto, o problema também pode ser acompanhado de outros sintomas como:

  • Dor de cabeça;
  • Dor nos olhos;
  • Sonolência;
  • Visão dupla.

Normalmente, os pacientes com estrabismo não apresentam sintomas além do desvio dos olhos.

Conheça outros problemas de visão comuns em:

PUBLICIDADE