Como é Feito o Tratamento da Espondilite Anquilosante

Tratamento com remédios anti-inflamatórios como Acetaminofeno, Naprosin ou Feldene, fisioterapia e exercício físico são os principais tratamentos recomendados para a Espondilite Anquilosante, uma doença genética, que causa inflamação crônica. 

Esta doença, provoca dor na região dos glúteos e no fundo das costas, sensação de rigidez ou de movimentos presos, dor nas articulações ou dificuldade para respirar e pode levar à invalidez. A Espondilite Anquilosante é mais comum em homens entre os 20 e os 30 anos de idade, estando as vezes associada a outros problemas como psoríase ou doenças inflamatórias intestinais.  

Como é o Tratamento

O tratamento da Espondilite anquilosante é geralmente feito com remédios analgésicos e anti-inflamatórios, que servem para aliviar a dor e a inflamação causadas pela doença, como:

  • Aspirina
  • Acetaminofeno;
  • Naprosin ou Naproxeno;
  • Voltaren ou Diclofenaco;
  • Feldene ou Piroxicam;
  • Profenid ou Cetoprofeno. 

Estes são alguns remédios que podem ser usados sob indicação médica no tratamento desta doença, que aliviam a dor, suprimem a inflamação e controlam a rigidez do corpo, permitindo um melhor repouso do corpo durante a noite.  Além disso, quando a doença também afeta outras articulações, podem também ser usados outros medicamentos como sulfassalazina ou metotrexato, que ajudam no tratamento desta doença.

A fisioterapia é outro tipo de tratamento que deve ser utilizado para tratar a Espondilite Anquilosante, pois tem como função melhorar a movimentação do corpo e das articulações, assim como ajuda a corrigir a postura.  

Nos casos mais graves, quando existe uma articulação muito danificada por exemplo, pode ser recomendada a cirurgia para corrigir o problema e colocar uma prótese se necessário. 

Quais os Exercícios Recomendados

Para prevenir a evolução da doença, é recomendado praticar regularmente exercício físico que ajude na mobilização dos ombros e ancas. 

Natação, pilates, hidroginástica, zumba, corrida e dança são alguns dos exercícios recomendados para estes casos, sendo importante evitar esportes mais exigentes para o corpo ou de contato como lutas ou artes marciais. Conheça alguns dos benefícios da zumba para o corpo em Zumba emagrece e tonifica.

O diagnóstico da Espondilite Anquilosante é feito através da avaliação e observação  dos sintomas manifestados, sendo importante avaliar se a dor que surge é lenta e gradual e se é pior nas últimas horas do dia ou logo pela manhã. Além disso, como os surtos de inflamação podem surgir também em outros locais além da coluna vertebral como nas articulações como quadril, ombros, tornozelos e joelhos, é importante ficar atento ao surgimento de dor ou desconforto nestas regiões. Saiba mais sobre como é feito o diagnóstico em Conheça os Sintomas da Espondilite Anquilosante.

Mais sobre este assunto: