Esofagite

publicidade

A esofagite é a inflamação do esôfago, que liga a boca ao estômago, que pode ser causada pelo refluxo gástrico, que se dá quando o conteúdo ácido do estômago entra em contato com a mucosa do esôfago. Ela gera sintomas como azia e gosto amargo na boca, mas quando o paciente segue corretamente a dieta para esofagite, pode haver cura.

A esofagite pode ser classificada em:

  • Esofagite eosinofílica;
  • Esofagite erosiva ou não erosiva;
  • ​Esofagite aguda ou crônica;
  • Esofagite edematosa;

Seja qual for o tipo de esofagite que o indivíduo possui deve-se esclarecer suas causas e seguir o tratamento apropriado.

Sintomas da esofagite

Os sintomas da esofagite geralmente incluem:

  • Azia e queimação constante, mas que piora após as refeições;
  • Gosto amargo na boca;
  • Mau hálito;
  • Dor no peito;
  • Dor de garganta;
  • Rouquidão;
  • Refluxo de um líquido amargo e salgado para a garganta;
  • Pode haver um pequeno sangramento do esôfago.

O diagnóstico da esofagite pode ser feito pelo médico gastroenterologista com base nos sintomas e no resultado de exames como a endoscopia digestiva alta com biópsia.

Causas da esofagite

As causas da esofagite podem estar relacionadas a:

  • Hérnia de hiato;
  • Defeito na válvula que liga o esôfago ao estômago;
  • Vômitos frequente, como ocorre na bulimia;
  • Ingestão de produtos químicos impróprios para o consumo;
  • AIDS;
  • Desenvolvimento de infecções causadas por vírus, fungos ou bactérias.

Os indivíduos que tem maiores chances de sofrer de esofagite são os obesos, os que consomem álcool em excesso e os que possuem o sistema imune comprometido.

Tratamento para esofagite

O tratamento para esofagite consiste no uso de remédios antiácidos como Ranitidina e Omeprazol, numa dieta para esofagite e em algumas alterações no modo de vida, como evitar deitar-se após as refeições. Casos raros podem necessitar de cirurgia.

Algumas recomendações para quem sofre com a esofagite são:

  • Não deitar-se após comer;
  • Evitar refrigerantes, bebidas gaseificadas e bebidas alcoólicas;
  • Evitar comidas condimentadas e gordurosas.

Alguns exemplos de remédios naturais para esofagite são tomar o suco puro de limão ou comer um pedacinho de pão no momento de queimação.

Se o paciente não seguir as orientações e o tratamento indicado pelo médico pode haver complicações como:

  • Estreitamento de uma área do esôfago, que dificulta a ingestão de alimentos sólidos;
  • Úlcera esofágica;
  • Alterações pré-cancerosas do revestimento esofágico;
  • Asma ou bronquite, quando o conteúdo gástrico entra nos pulmões.

A gravidade da esofagite depende da acidez do conteúdo gástrico ou de outra substância, que tenha entrado em contato com o esôfago.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/07/2014 Última atualização da página: 10/02/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.