Doenças Transmitidas pelos Gatos

publicidade

Os gatos, quando não são devidamente tratados, podem transmitir algumas doenças aos seres humanos. As principais doenças transmitidas pelos gatos, através das fezes, saliva ou pêlos, são:

  • Alergia respiratória: Pois eles produzem uma proteína chamada glicoproteína, que desencadeia uma série de sintomas alérgicos, como espirros, inchaços na pele, problemas respiratórios ou a asma;
  • Toxoplasmose: É transmitida através da contaminação com as fezes do gato e pode causar mal formação no bebê se a mãe for contaminada durante a gravidez;
  • Micose: É transmitida pelo contato pele a pele com os gatos, e causam muita coceira e vermelhidão na pele. Seu tratamento pode ser feito com o uso de antifúngicos como o cetoconazol, sob orientação médica;
  • Esporotricose: É transmitida através da mordida ou arranhadura do gato contaminado com o fungo causador da doença. Seu tratamento pode ser feito com o uso de antifúngicos como tioconazol, sob orientação médica;
  • Síndrome da Larva Migrans Visceral: É transmitida pela ingestão de ovos da verminose, que podem afetar o intestino, fígado, coração ou pulmões causando uma série de complicações;
  • Ancilostomíase: É transmitida através da penetração do parasita através da pele, pode causar hemorragia no fígado, tosse, febre, anemia, perda de apetite e fadiga.

É preciso ter alguns cuidados ao decidir ter um gato como animal de estimação. Verifique se as vacinas estão todas em dia e leve o animal ao veterinário com regularidade, para garantir a vida saudável do animal e de toda a família.

Dicas para evitar as doenças transmitidas pelos gatos

Algumas dicas para evitar a contaminação com doenças transmitidas pelos gatos são:

  • Levar o gato ao veterinário com regularidade, para que ele possa ser vacinado e receba o tratamento adequado;
  • Lavar as mãos com água e sabão sempre após tocar ou brincar com o gato;
  • Ter cuidado ao manipular as fezes do gato, utilizando luvas ou um saco plástico para pegar nelas e depois levá-las ao lixo devidamente ensacadas ou jogar no vaso sanitário;
  • Trocar a areia do gato regularmente;
  • Lavar muito bem os locais onde o gato tem o hábito de ficar;
  • Não dormir na mesma cama que o gato, nem deixá-lo ficar no sofá ou cadeira.

Apesar de não apreciarem os gatos também precisam de banhos, mas o ideal é levá-lo ao veterinário até que ele se habitue.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 25/07/2014 Última atualização da página: 16/10/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.